Revista PrisMagazine Número 002 Ano I - Out. 2015 - Page 7

07 ra nelei as da a c a t rio é ien s r ó s acess cida pelos o lainas”, ela is o t x O se m conhe omo “po s são idea c é a são Tamb ul do país atório, m dica a o s g i b o o obr teção Uma regiã a pro de us roteção. o m ã u s não sua p embu do , que são o da t ol m a f o futeb dos já ve pel e e d u q s is ra lças nelei tegem ma a as ca c s ro ea as. nela ma p s ou pedr r a c o f a n ta vore e cer de ár sed s e o t c n n te e tro resis tos d mais e r i d ctos impa A lup aén o Ela é sso sé mo a uma em v peça cess idro c ó i ou p r na o lás c cular pro rio. bser o d uzida va q maio ria do ç ã o d o ue auxili am s m s mo plan a delo as j s de b p a s . A seu c á possui ússo uma orpo las peq . Pa ser in stala ra as bús uena lup s dos s a em pess upor olas de d oas d e t e d e s o, po mais deta dem lhes, idad adicionai es e que s . exce Este para no ca l e nte item o lor d é be para supe a cor s demais mú riore m , r na id i da p apas l par s que e a n a s q sa po 1:10 ue p ficaç r .000 ã o desp o de ssue . e m e scala rcebido. É s igu ais o u Noss o sé mo it em é lant De fu ndam erna. enta com p e ç l importâ n ões lante n o t u cia em rnas r m n a Para as s nuais ão ob escol jetos ou de , a s obse h e energ f r uma áceis ia e s rvar se ela de en testa, boa l e não anter ilumi contr corre na be na de ar. r com é mu m, se ve-se ito vo uma gasta lante l u m o p rna d e min sa. Você n ouca erado ão va r, cer i que to? rer S m GP a o c s o d lógi ória re ist ta os êmico da h gra 129 da tro s i l a a re pol oss r ou ndo n ssório mai acordo com ou qualque ara o Ace no p GPS . De r retor ação o de evita ha E fec s t s ê sca orien CBO: O u to que d ra bu roveito g n e e r pam ibido. A rar p equi ara ae ro m p e é t em p a s r i a a s t s e o l u r r at letas o m o p a a usa ham m at c n u , e m v ção é co stas mpe anto spor o t . e c e d r t s s ó rotas au . En o, p a de h h l que m a prova n o e c mp re es nte dese que o sob dura e ã ç d a si vo rm ise o l dispo o f á r n i e n u r a q çã a qual vega ar lh u na , que nota ção o comp a si re po m um ro, e s sob a e l õ c ç a m orm u be a inf deixo atlet F, já o a O do. I i m A erm neça p r o é f a não prov nte a dura