Revista PrisMagazine Número 002 Ano I - Out. 2015 - Page 24

24 Desde então, a presença feminina passou a ser uma constante nestes campeonatos e, em 2001, o Brasil par cipou com a 1ª equipe feminina no Campeonato Mundial Militar do CISM, realizado em Portugal, cons tuída pelas Ten CARLA Maria Clausi, Ten Ivie LESSA, Sgt Maria ERCÍLIA Lousada e Sgt NOEMI Silva dos Santos, do Exército e Sgt PENNY, da Marinha. Em 2002, houve o I Campeonato Sul-Americano Militar de Orientação, realizado em Faxinal do Céu e Guarapuava, PR, com a par cipação da equipe feminina das Forças Armadas e sagrando-se campeã individual a Ten Ana Paula LITTIG, da Força Aérea Brasileira. PRESENÇA FREQUÊNTE DAS MULHERES NA ORIENTAÇÃO E, a par r de então, a presença feminina passou a ser uma constante em todos os campeonatos no Brasil e no exterior, com atletas de cada vez mais elevado nível sico e técnico, tanto no nível civil, quanto no militar !!! Mas a história de Carla con nuou... E no final de 2003 ela foi transferida pelo Exército para a Bélgica, onde realizou um estágio em Terapia Intensiva, no melhor serviço do mundo, no Hospital Erasme, em Bruxelas. Permaneceu dois anos morando na Europa e teve a oportunidade de par cipar de compe ções em quase todos os países europeus... Par cipou duas vezes do O'Ringen, na Suécia, que é o maior campeonato de Orientação do mundo, com cerca de 15.000 atletas e que acontece em 5 dias; correu inúmeras vezes na própria Bélgica e na França, Holanda, Alemanha, Dinamarca, Finlândia, República Tcheca, Eslovênia, Áustria, Suiça, Itália, Portugal e Espanha. Aprendeu a decifrar as famosas curvas de nível e correr mais baseada nelas que na própria bússola, como fazem os europeus... Conheceu e fez amizade com atletas do mundo inteiro, juntamente com o Cel Torrezam organizou viagens de vários atletas brasileiros para compe ções na Europa, ajudou a conseguir locais para treinamento de nossas equipes na preparação para compe ções internacionais e representou o Brasil em todo o Velho Con nente ao longo dos anos de 2004, 2005 e um pouco de 2006... Mas a maior contribuição ao esporte Orientação e ao Brasil foi o presente que recebeu de seu pai, o Dr ROBERTO MARIO CLAUSI, médico e eterno entusiasta dos esportes !!! Ele deu para nós, brasileiros, o primeiro equipamento de apuração eletrônica do país !!! Após viver e compe r por mais de dois anos na Europa, u lizando somente este sistema – em alguns países o EMIT e em outros o Sport-Ident – não era mais possível admi r que o Brasil não pudesse conhecer esta enorme facilidade em termos de apuração e montagem das compe ções !!! Carla pediu e seu pai lhe presenteou com um equipamento EMIT completo, com 500 plaquetas e 50 bases, num total de U$ 20.000,00 (vinte mil dólares) ! Carla e Torrezam foram comprar o equipamento em Oslo, na Noruega, diretamente na fábrica. E escolheram este sistema, ao invés do SI, à época, após muito estudar os dois e concluir que aquele era mais fácil para montar a pista, pois as bases não precisavam estar sincronizadas e havia um cartãozinho de “back-up manual”, para casos de falha eletrônica. E assim foi feito e a primeira pista com apuração eletrônica no Brasil aconteceu em Curi ba, PR, montada pelo COC, no dia 02 de Abril de 2006. Foi apenas a primeira, de todas as outras, mas sacramentou os dizeres dos troféus distribuídos naquele dia: “Prova Dr R ؙ\