Revista PrisMagazine Número 002 Ano I - Out. 2015 - Page 22

22 HISTORIA DA ORIENTAÇÃO FEMININA X CARLA CLAUSI A par r daí, passo a contar a história da atleta Carla Maria Clausi, que muito se encaixa na história das par cipações femininas no esporte, civil, que havia feito o I Curso Internacional e par cipado do I Campeonato Metropolitano e que desenvolvera uma predileção especial pelo esporte, principalmente por ser portadora de uma grande espírito de aventura, o que podia ser bem evidenciado pelo seu passado, como atleta de esgrima (florete), pára-quedismo (salto livre), mergulho livre, natação, surf, voleibol e rally de regularidade (navegadora), etc, e que passou a acompanhar os treinamentos de todas as equipes masculinas militares, que aconteciam em Curi ba e nas cartas do Mundial de 1983, nas cidades de sua periferia, começando por fazer pequenos trechos dos percursostreinos e aumentando seu condicionamento sico, terminando por realizar pequenos percursos especialmente traçados para ela. Em abril de 1987, ocorreu o II Curso Internacional de Técnicas de Orientação, desta vez ministrado pelo sueco Ulf L. Levin, também campeão mundial, novamente em Curi ba - PR e com a par cipação das Faculdades de Educação Física e de grande número de interessados civis. Em agosto de 1987, a Prefeitura Municipal de Curi ba e a 5ª RM/DE, novamente, organizaram o II Campeonato Metropolitano de Corrida de Orientação, juntamente com a Semana do Exército e com todo o apoio da 5ª Companhia de Polícia do Exército, então comandada pelo Major Itamar Torrezam, no Parque Barigüi, o principal da cidade. Daquela vez, havia novamente muitas mulheres, novamente correndo nas três categorias e a campeã da categoria Di cil foi a atleta Carla Maria Clausi, que obteve, assim, seu primeiro tulo como corredora de Orientação. Durante o restante do ano de 1987, voltaram a acontecer as convocações militares masculinas, os treinamentos e a atleta Carla con nuou a par cipar de todos eles, como “hors concours”. Em 1988, ocorreu o III Campeonato Metropolitano de Corrida de Orientação, nos mesmos esquemas organizacionais, onde a atleta Carla novamente sagrou-se campeã da categoria Damas Di cil. Mas, a par r daquele ano, o Governo Municipal de Curi ba mudou, e a equipe da Prefeitura Municipal, responsável pelo esporte, foi desa vada; além disto, o Maj Torrezam passou o Comando da Polícia do Exército, indo para o 20o BIB e não podendo mais apoiar tanto o esporte. E a Orientação feminina, no meio civil, arrefeceu-se um pouco. A única manifesta