Revista Crea-SP | nº 07 - Page 20

FINANÇAS como arrumar a cama antes de sair. Se tudo der errado naquele dia, ao menos uma cama limpa, arrumada e confortável estará à nossa espera à noite. Outra coisa importante é buscar aprender algo novo sempre. Por que não voltar a estudar? Devemos incluir isso em nosso planejamento. 2018: ANO DA COLHEITA 2017 JÁ SE FOI E 2018 acabou de começar... Se somarmos os números teremos o número 1 para 2017 (2 + 0 + 1 + 7 = 10 e 1 + 0 = 1) e o número 2 para 2018. Interessante, não? Segundo a numerologia o número 1 tende a ser intenso, agitado e cheio de surpresas. Se pensarmos em Pitágoras é o número que inicia tudo, inicia ciclos e isso demanda batalhar para que as coisas aconteçam. No sentido bíblico refere-se ao princípio da Terra. As coisas se iniciam pela Palavra de Deus... O número 1 é realmente intenso. Já 2018 com a energia do numeral 11 (2) significa ma ior poder de colaboração, participação e também de intuição. Desta maneira, a busca pela flexibilidade, análise de oportunidades e colheita do que foi semeado em 2017 fará com que os planos criem forma. Agora as perguntas que não querem calar: O que será importante em 2018? O que foi plantado em 2017 que poderá germinar? Sem desespero. O primeiro passo é respirar fundo... Entender que a diferença entre sonho e meta está no planejamento pessoal. Não é uma tarefa fácil, pois envolve desapego e mudanças... Quando traçamos estratégias e nos esforçamos para alcançá-las crescemos e nos desenvolvemos como seres humanos. O primeiro passo é buscar entender a nossa essência e onde queremos chegar. As mudanças de ambiente são, na verdade, consequências de ações que temos. Precisamos mudar nossas ações. Às vezes é preciso capacitação para tal. Então uma atividade necessária é a análise do onde estou agora. Precisamos refletir nas grandes motivações que nos sustentam. E sem anseios imaturos de coisas grandiosas... O ideal é começar com tarefas pequenas, Em tese só deixamos de aprender quando morremos e se deixamos de aprender morremos um pouco a cada dia. Este é o investimento de tempo e esforço que vale a pena. Isso é vida! Se estamos com 80 ou 15 anos não importa, afinal tudo evolui e parar no tempo está fora de questão, certo? Mudanças ocorrem o tempo todo: novas tecnologias, descobertas, novas possibilidades de negócios... Manter-se em movimento é a chave. Criar novos projetos, novos desafios. A nossa experiência de vida pode contribuir inclusive para o sucesso de um negócio. inclusive empresarialmente, afinal a prosperidade é uma decisão. Devemos sempre aprender com as adversidades. A diferença entre um bom vendedor e um mau vendedor é que o bom vendedor certamente ouviu mais ‘nãos’. Então quanto mais ‘nãos’ ouvirmos, mais perto de nossa meta estaremos. Convide as pessoas de seu relacionamento e de seu trabalho para fazer o mesmo. Motive a todos os que estão ao seu redor. Seja um agente de mudanças! Sorria mais. Cumprimente mais. Concilie mais. Ame mais. De posse disso, agora é entrar para a ação: pegue um caderno e comece escrevendo quem é e qual grupo pertence. Estabeleça metas claras com prazos de realização. Organize suas finanças. Se estiver endividado, negocie isso logo e tire de sua frente para que possa caminhar, mantendo-se firme em sua meta. Faça isso para os próximos 12 meses. Ao final de cada mês reveja esse caderno, converse com seu cônjuge, seu amigo, seus pais. Tenha alguém que seja seu confidente e que realmente o queira bem para compartilhar seus triunfos. Isso deve ser uma competência aprendida, do contrário será mais uma promessa de final de ano. Lembre-se que sua vida é composta de família, profissão, saúde, amigos, amor. Não exclua nada disso nessa conta. O equilíbrio é a chave do negócio. 2018 será um ano de sucesso de colheita! ◘ Sempre é tempo para reinventar, TESE SÓ DEIXAMOS “ DE EM APRENDER QUANDO MORREMOS E SE DEIXAMOS DE APRENDER MORREMOS UM POUCO A CADA DIA. ESTE É O INVESTIMENTO DE TEMPO E ESFORÇO QUE VALE A PENA. ISSO É VIDA! Colaboração: Janaína Macedo Calvo Chefe da Unidade de Contabilidade ” 20 | R E V I S T A CREA-SP R E V I S T A CREA-SP | 21