Revista 39 Revista39_final slide - Page 37

bem viver Bem viver Gentilmente, Carminha Bréscia, diretora do Projeto Bem Viver, escreveu uma crônica sobre o grupo. Seu texto é um dos que representará o Olympico no Concurso de Literatura dos Clubes que acontecerá durante o Congresso Brasileiro de Clubes, no Rio de Janeiro – RJ, entre os dias 1º e 4 de novembro, no Hotel Windsor Oceânico. Veja na íntegra a publicação e torça por nossa representante. O Bem Viver r um motivo o com muita alegria po rev esc eu je, ho s, ma a, di Para escrever todo dia é sso Projeto Bem Viver... no do muito especial, falar a, nos tor- envelhecermos, a cada di de s vé in ao e, qu s de ivida É na vivência dessas at de viver. amos com mais vontade ord Ac s. en jov is ma s namo ares madu- las janelas de nossos olh pe tra en e qu a rez tu - na o a e trabalhamos com desin s Passamos a vida curtind mo ra nt co en s no es, rd chegam as ta idades ros e corajosos. Quando mos a Deus pelas oportun ce de ra ag er, ec oit an ao al. E, os de bom é teresse material ou pesso de que tudo que possuím es nt cie ns co , os id ed nc co nossos e recursos que nos são “Agora”. Da luta pelos de po tem o e ad sid ten os com in s, consequência de viverm a enxada, de correr atrá r ga pe de r, ve s mo va direitos, do entender de não criticar antes de s, va no s isa co r de ren de ap ucando os uação. De nos educar, ed o que está por trás da sit mo o ntro de nós, acontece co de o, iss do Tu ... os ad uc menos ed ente... curso de um rio, suavem a e ço de afeto que nos irman la um e ist ex e pr sem s, Entre nó to Bem Projeto da Vida: O Proje ste de m ge ori à ete rem s no Viver. que abri- e é o jeito da gente e qu r ve Vi m Be to oje Pr O gora” is confiança em nosso “A lhanta, em todas nós, ma nossos ro que se retratará pelos tu fu sso no em , ém mb e, ta bisnetos filhos, vizinhos, netos, frutos, traduzidos como ar: idos que estão por cheg ec nh sco de los be o, sm e, até me a não tem fim. porque a estrada da vid nossa ato, fica um pouco da E, assim, neste breve rel pre sem seja esquecida, ficando a nc nu ela e Qu . ria stó hi amigos, dos nossos familiares e em nossa memória e na lá- ontecimentos ternos, hi ac e ns ge na me ho de s atravé s de muita emoção... rios e aqueles carregado Foto: Enedina Prates Revista do Olympico Club 37