Retrato da Segurança Viária 2018 Retrato da Segurança Viária 2018 - Page 7

PREFÁCIO Para salvar vidas P Felipe Massa Piloto ilotar é um dos maiores prazeres que eu tenho. Prazer com seriedade e responsabilidade, que exige concentração absoluta na pista e nos outros carros, além, é claro, de respeito às normas do esporte. A mesma responsabilidade e atenção às regras vale para quem conduz um veículo nas ruas e estradas de qualquer país. Por ter essa convicção, fiquei muito feliz de ter sido escolhido, neste ano, como um dos embaixadores da FIA Action for Road Safety, uma campanha da Federação Internacional de Automobilismo para diminuir as mortes no trânsito mundial. Foi uma importante oportunidade para incentivar o público em geral a respeitar as regras ao dirigir. É preciso sempre defender práticas seguras, como não falar ao celular ou enviar mensagens ao volante, assim como olhar para os dois lados antes de atravessar a rua. Mas as campanhas de conscientização representam apenas um dos aspectos do desafio enorme que é evitar a perda de vidas nas ruas e rodovias. Em julho, pude reforçar meu compromisso com esse tema ao participar da assinatura, em Brasília, do lançamento do Movimento Nacional de Segurança Viária, criado para implementar o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). O objetivo principal é reduzir pela metade, no mínimo, o número de óbitos nas vias brasileiras até 2028. E o caminho para isso é fazer uso das estatísticas para então desenvolver políticas públicas cada vez mais eficientes. Leis de trânsito e as estratégias para torná-lo mais seguro não são elaboradas aleatoriamente. Elas são baseadas em pesquisas, em um minucioso levantamento de dados que mostram quais são as melhores condutas para alcançar os objetivos pretendidos. Lógica semelhante guia os avanços tecnológicos que impulsionam a performance e a segurança nos esportes automotivos: é preciso ter informação confiável e aprofundada para aumentar o desempenho dos carros e diminuir o risco de imprevistos. Com o Pnatrans, o Brasil ganhou uma ferramenta importante para salvar vidas no trânsito. Este Retrato da Segurança Viária 2018 soma-se com louvor a esse esforço. Leia-o e divulgue-o.