Retrato da Segurança Viária 2018 Retrato da Segurança Viária 2018 - Page 24

TENDÊNCIAS Figura 3 - As soluções dos países com menos óbitos em acidentes de trânsito Por 100 mil habitantes em 2017 Noruega 2 Suécia 2,5 Suíça 2,7 Reino Unido 2,8 - Um único órgão é responsável por toda a coleta de informação e dados do trânsito - O limite de velocidade foi reduzido de 80 para 70 km/h em trechos particularmente expostos a acidentes - Frota de carros novos e padronização de segurança - A capacitação de motoristas é uma das melhores do mundo - As estradas são projetadas com foco na segurança, em vez da velocidade ou da conveniência para motoristas - Foi adotada uma “política visão zero”, cujo objetivo é “zerar” o número de mortes e lesões provocadas por acidentes de trânsito - Foram construídas zonas de pedestres, barreiras que separam carros de bicicletas e “estradas 2+1” (rodovias com duas faixas em um sentido e uma no sentido contrário para ultrapassagem segura) - O limite de velocidade foi reduzido de 60 para 50km/h nas cidades, o que diminuiu em 25% as mortes de pedestres - Foram adotados melhores padrões de segurança para carros e de infraestrutura, assim como regulamentações mais rígidas - Protocolo STATS19 de coleta de dados e informações de trânsito mais precisas - O limite de 32 km/h foi instituído em ruas e em avenidas estratégicas de Londres, e hoje é adotado em 25% de todas as vias da capital inglesa tos para baixo. O limite de velocidade predefinido para carros de passageiros em áreas urbanas na maioria dos países da Irtad é de 50 km/h. Além disso, os quatro países com os menores índices de óbitos em acidentes de trânsito por 100 mil habitantes, segundo ranking do Irtad (veja capítulo Panorama Mundo), contaram, entre as medidas adotadas para obter seus avanços, com a redução nos limites de redução de velocidade (figura 3). De acordo com dados do governo norueguês, o país alcançou a mais baixa taxa de óbitos no trânsito em parte graças à implementação de um único órgão responsável por toda a coleta de informação e dados 24 RETRATO DA SEGURANÇA VIÁRIA | 2018 — desde informações sobre estradas até o controle de veículos e o treinamento dos motoristas. Além disso, a junção de informações da polícia, de autoridades de saúde, do Conselho para a Segurança no Trânsito e outros departamentos também garante o bom funcionamento de todo o sistema. No país, o limite de velocidade foi reduzido de 80 para 70 km/h em tre- chos particularmente expostos a acidentes, além de a frota de carros ser relativamente nova e de qualidade. Outra vantagem é a formação dos motoristas. Acre- dita-se que a capacitação na Noruega esteja entre as melhores do mundo.