Retrato da Segurança Viária 2018 Retrato da Segurança Viária 2018 - Page 23

Figura 2 - Impacto da adoção de fiscalização de velocidade na França Em km/h por ano VIAS EXPRESSAS RURAIS ESTRADAS RURAIS ESTRADAS NACIONAIS VIAS EXPRESSAS URBANAS Velocidade média Velocidade média Velocidade média Velocidade média 126 93 119 Óbitos 86 Óbitos Fonte: International Traffic Safety Data and Analysis Group 109 Óbitos 4.049 2.861 112 81 Óbitos 351 224 88 1.914 176 1.142 Antes do início da fiscalização O relatório do Irtad cita um modelo estatístico que conclui que um aumento de 1% na velocidade média leva a uma elevação de 2% na frequência de acidentes com feridos, de 3% com feridos graves e de 4% com óbitos. Em média, os motoristas levam 1 segundo para reagir a um acontecimento inesperado no trânsito, escolhen- do uma resposta adequada a ele. Isso é chamado de tempo de reação. Quanto mais alta for a velocidade do veículo, maior a distância que ele vai percorrer durante esse tempo de reação e, portanto, menor a chance de que o acidente possa ser evitado (figura 1). O Irtad propõe alguns limites seguros de velocida- de, dependendo das características das vias. Tanto em rodovias quanto em cidades, 30 km/h é considerado razoável em áreas em que o tráfego de veículos mo- torizados convive com intenso fluxo de usuários vul- neráveis, como pedestres e ciclistas. Quando esse não for o caso, mas houver cruzamentos com alto risco de colisões laterais, a velocidade máxima de 50 km/h é apropriada. Velocidades acima desse limite não devem ser permitidas em áreas urbanas, com exceção de vias arteriais onde não há a presença de tráfego não moto- rizado, como é o caso das avenidas marginais em São Paulo. Em estradas rurais de pista simples, sem divisão com barreira entre os dois sentidos que possam evi- tar as colisões frontais, o ideal é a implantação de um limite de 70 km/h.Um dos casos de sucesso relatados pelo Irtad foi a implantação de fiscalização eletrônica de velocidade a partir de 2003 na França, após o en- 100 Depois Limites ideais Vias com veículos motorizados + fluxo intenso de pedestres e ciclistas = 30 km/h Estradas rurais com pista simples - barreiras centrais = 70 km/h tão presidente Jacques Chirac estabelecer como uma de suas três prioridades de governo a redução de aci- dentes de trânsito. Entre 2003 e 2009, foram instaladas no país 1.661 câmeras fixas, complementadas por 932 câmeras móveis. Como resultado, as velocidades mé- dias nas vias caíram e puxaram as estatísticas de óbi- RETRATO DA SEGURANÇA VIÁRIA | 2018 23