Retrato da Segurança Viária 2018 Retrato da Segurança Viária 2018 - Page 19

MOVIMENTO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA Para a implementação do Pnatrans, o Ministério das Cidades, por meio do Denatran, fechou, em julho de 2018, uma parceria com o Instituto Tellus, uma organi- zação não governamental, tendo como principal apoia- dor a Cervejaria Ambev e com um método desenvolvi- do pela Falconi Consultoria. A primeira etapa da parceria, que recebeu o nome de Movimento Nacional de Segurança Viária, foi iniciada já no segundo semestre de 2018 e consiste em fazer um diagnóstico nacional das fontes de dados de diferentes órgãos municipais, estaduais e federais e em unificá- -los em um sistema próprio. Em um primeiro momento, verificou-se que as ba- ses de dados carecem de melhorias em sua integração, nas informações geradas nos níveis municipal, estadu- al e federal, na uniformização dos formulários para sua coleta e no grau de informatização. Nas etapas seguintes, pretende-se, com base nes- se diagnóstico, definir e implantar uma metodologia de coleta única, de tratamento e divulgação dos dados em nível nacional e de desdobramento, negociação e divul- gação das metas a serem definidas para que, em dez anos, o índice de mortes no trânsito no Brasil caia pela metade, como estipula o Pnatrans. Com isso, os esforços poderão ser direcionados de maneira mais efetiva para a melhoria da gestão da se- gurança no trânsito. Um exemplo do que pode ser obti- do com a estruturação do sistema de informação sobre acidentes é a implantação de ferramentas de georre- ferenciamento dos locais de maior risco, como ocorre com o Infomapa, no estado de São Paulo (veja pág. 29 do capítulo Tendências). As experiências internacionais de redução de aci- dentes mais bem-sucedidas passaram todas pela in- tegração e pelo uso inteligente de dados. Não será di- ferente com o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito. Figura 6 - Fluxograma para a redução de mortes no Brasil - Pnatrans Por grupo de veículos Redução do número de morte s por ano UF Por grupo de habitantes vias municipais vias estaduais por vias vias federais Fonte: Livro Pnatrans, 2018 RETRATO DA SEGURANÇA VIÁRIA | 2018 19