RELATÓRIO FINAL DA SUBCOMISSÃO DA VERDADE NA DEMOCRACIA Resumo Executivo - Page 32

32 Entretanto, dentre os que constam chama a atenção o registro de 82 casos com indicativo das vítimas terem sido alvo de desaparecimentos forçados. Tratam-se dos registros nos quais foram indicados como motivo do desa- parecimento prisão/apreensão. Destes, só 5 constam como localizados – 2 foram presos; 1 retornou para casa; 1 fixou nova residência sem conhecimento da família; e 1 foi encontrado morto. Nos foram enviadas as informações de- talhadas de 74 casos nos quais são contabilizadas 86 vítimas de desapare- cimento (três mulheres e 83 homens). Todos os casos descrevem situação similar: as pessoas foram vistas sendo abor- dadas por policiais, colocadas em um carro e depois nunca mais foram vistas. Em três casos, há relatos de familiar haver recebido ligação para a extorsão de dinheiro. Na maioria dos casos, há apenas o relato de que eram policiais – sem diferenciar se seriam policiais civis ou militares e em um caso a pessoa teria sido levada por guardas municipais. O Perfil destas pessoas suspeitas de serem vítimas de desaparecimento forçado é majoritariamente de adolescentes e jovens (74,4%), 16 homens (95,12%), 17 de cor preta (67,7%). 18 O perfil se mantém nos casos considerados como paradigmáticos, para os quais no relatório final foi dedicado um item voltado a analisar a burocracia do esqueci- mento que os familiares são submetidos desde a fase investigativa e processual até a falta de identificação do paradeiro da vítima e de reparação aos familiares. Antônio Carlos da Silva, Cristiane Souza Leite, Édio do Nascimento, Edson de Souza, Hudson de Souza, Luiz Carlos Vasconcelos de Deus, Luiz Henrique da Silva Euzébio, Moisés dos Santos Cruz, Rosana de Souza Santos, Viviane Rocha da Silva, Wallace do Nascimento, William Simyoni, Jorge Antônio Care- li, Alexander Santos Cunha, José Francisco do Rosário Filho, Fábio Eduardo Soares Santos de Souza, Alex Pereira da Silva Patrícia Amieiro, Juan Moraes, Amarildo de Souza, Jonnathan Gomes Chaves De Oliveira e Jorge Luiz Pereira Júnior, Ronaldo Barbosa de Mesquita, Jeferson Luís Silva dos Santos, Leonardo da Silva Jesus e Leonardo do Santos Braga são as vítimas. Nestes 13 casos paradigmáticos analisados, ocorridos no estado do Rio de Ja- neiro, entre 1990 e 2017, tem-se 26 vítimas de desaparecimento forçado. Quatro mulheres e 22 homens. Apenas, uma das vítimas, Patrícia Amieiro, era de classe média. Todas as demais eram pessoas pobres, moradoras de favelas. 22 pesso- as negras, 4 pessoas brancas e sobre duas não há indicações sobre cor. Em apenas três casos – Amarildo, Juan e Patrícia - houve denúncia criminal e em dois deles houve condenação dos culpados – Amarildo e Juan. Restou pa- tente o quanto a presença da mídia foi importante nestes três casos. Todos os demais tiveram seus inquéritos arquivados. Três corpos foram encontrados e identificados – Juan, Jonathan e Jorge Luiz. O modo como as mães e familiares foram tratados na maior parte dos casos é significativo do racismo institucional que permeia a atuação estatal. 16 - 8,54% tinha entre 30 e 34 anos, 6,10% entre 36 e 64 anos; 3,66% entre 01 e 11 anos e 7,32% não tinham a idade informada. Dados fornecidos pelo PLID/RJ. 17 - 4,88% eram do sexo feminino. Dados fornecidos pelo PLID/RJ. 18 - 21, 95% eram de cor branca e 10,98% não tiveram a cor informada. Dados fornecidos pelo PLID/RJ.