PODERES EM REVISTA 4ª edição - Page 75

devagar e sempre: sobre duas rodas, uma outra visão do planeta trutura para que eles possam circular. Apesar de estar na primeira marcha, porém em elevação, o Brasil já possui 65 milhões de bicicletas. Somos o quinto maior mercado consumidor do mundo, representamos 7% nas pedaladas. Estamos atrás da China, com 39%, EUA com 27%, Índia e Japão, com 14% cada. Em relação à produção, representamos 5%, ficando atrás da China, com 85% e da Índia, com 10%. Já as importações brasileiras cresceram 40% ao ano nos últimos anos. A indústria nacional tenta se fortale- cer na mesma proporção. Em 2011, as fábricas brasileiras produziram 4,6 milhões de bicicletas. A CALOI é a maior fabricante do Brasil e está entre as dez maiores no mundo. A empresa conseguiu o feito de vender um milhão de unidades no ano. E aumentar seu faturamento em 30%. Em todo o mundo, a bicicleta é o instrumento que deve ser trabalhado para desafogar o trânsito e diminuir a poluição. Na China, a Associação Nacional divulgou que há mais de 150 milhões de ciclistas atualmente. Com iniciativas de distribuição de bicicletários por todo o país e informatização dos ciclistas, o governo chinês espera que as bicicletas representem 25% do trânsito. Em relação à extensão quilométrica de ciclovias, há grandes centros urbanos que estão entre os melhores lugares do mundo para pedalar: Munique (1.400 km), Nova Iorque (480 km), Paris (400 km), Amsterdã (400 km) e Bogotá (350 km). A bicicleta é o símbolo do desenvolvimento sustentável e cada vez mais moderno. O grande desafio para os governantes é estimular esse Poderes em Revista I 75