PODERES EM REVISTA 4ª edição - Page 61

a posição da sua coluna. Resultado: você acaba tendo um problema de coluna porque está com bruxismo”, analisa.  Uma vez detectado o mal, o tratamento mais comum é a utilização de uma placa oclusal, uma espécie de protetor semelhante aos usados por lutadores de boxe (ou MMA, se você preferir), feito de resina. O uso dessa placa não só impede o atrito entre os dentes superiores e os inferiores como, também, força o paciente a manter os dentes constantemente entreabertos, o que permite um relaxamento nos mús- culos da mastigação, diminuindo a carga sobre a articulação. O problema está solucionado? Não. Embora evitar que você continue estragando seus dentes seja ótimo, uma placa colocada em sua boca não vai acabar com seu estresse. Por isso, recomenda-se um tratamento multidisciplinar, em que, além do dentista, também entrem um fisioterapeuta, com exercícios e atividades que ajudem a relaxar a musculatura, e um psicólogo ou psiquiatra para analisar os distúrbios de ansiedade ou tensão que estão na raiz do problema. felicíssimo: preocupada com o sono dos pacientes arquivo pessoal a pessoa sinta dores na articulação temporomandibular (que liga a mandíbula à maxila e responde pela sigla ATM), onde estão localizados os tais músculos da mastigação, sendo o masseter o principal deles. “São dores irradiadas, que pegam principalmente a parte frontal e lateral da cabeça, além da cervical. Para você mastigar, toda a região da cabeça e pescoço trabalha, tudo está interligado”, diz Felicíssimo. “Quando você morde forte, também comprime o disco articular (cartilagem da ATM que serve de amortecedor entre a mandíbula e o osso temporal, da lateral da cabeça), e isso reflete no ouvido. É muito comum o paciente procurar o otorrino com dor de ouvido e ele encaminhar para o dentista”, conclui. Se não for tratado, o bruxismo pode provocar danos que vão de um leve desgaste do esmalte à perda do dente, problemas na gengiva, além de um desgaste excessivo no disco articular que, em casos extremos, pode obrigar até a um tratamento cirúrgico.  E não para aí. “O bruxismo pode ter consequências graves não só para os dentes e para a articulação temporomandibular, mas também para todo o equilíbrio do corpo”, explica o cirurgião bucomaxilofacial Fabio Ritto. “Tudo funciona junto. É como quando você tem um problema no tornozelo direito. Você vai acabar mancando e pode sentir dor no joelho esquerdo”, compara. “Ao ranger os dentes, você mexe na ATM de uma forma que não é para mexer. Isso gera dor na musculatura. Então, você pode, sem perceber, mudar a posição da cabeça em relação ao pescoço para procurar uma posição mais confortável e acabar alterando Poderes em Revista I 61