PODERES EM REVISTA 4ª edição - Page 48

A VIDA ALÉM DO DIREITO i esporte A ndré Vorraber Costa já chama atenção porque, aos 35 anos, é o juiz titular da Vara do Júri de Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre. Mas, embora nem tão visível quanto a pouca idade comparada à dos meritíssimos colegas, o mais inusitado é o que este magistrado realizou antes de usar a toga pela primeira vez. André competiu nas provas de remo dos Jogos Olímpicos de Atlanta, nos Estados Unidos, em 1996. Para chegar lá, não precisou de três anos de atividade jurídica, mas se dedicou à prática esportiva durante cinco anos e meio. “Eu remo desde os 14 anos. A partir dos 17, o treinamento se intensificou bastante, com dois anos de antecedência para a Olimpíada”, conta o juiz atleta. Como se pode notar, a história esportiva surgiu antes da jurídica na vida deste gaúcho, que começou a remar nas águas do Rio Guaíba, em Porto Alegre, graças a uma pessoa que ele nunca viu. “Meu avô remou. Um avô que eu sequer conheci. Uma vez, vi um pessoal remando e comecei. Daí, gostei, vi que tinha aptidão...”. A aptidão que até hoje falta com a bola nos pés já sobrava com o remo nas mãos desde os anos 1990. E, incorporando a palavra “disciplina” ao seu vocabulário, foi longe. Eram dois treinos por dia, “de domingo a domingo”. Uma adolescência vivida em remadas ininterruptas que culminaram na chance de disputar o maior evento esportivo do planeta. Em Atlanta, o quarteto brasileiro do four skiff – tripulação de quatro remadores com um par de remos cada –, categoria na qual competiu, foi eliminado na repescagem e ficou com o 14º lugar. Sem medalha, mas com lembranças que douram a alma. “Ver os outros competindo emociona. Sinto saudade de minha época. Sempre passa pela cabeça”, afirma o magistrado, que registrou muitas imagens na máquina fotográfica analógica. Digitais eram raras em 1996. “Um colega de barco, Giovanni (della Valentina), tem uma foto com Muhammad Ali dando um soco no queixo dele. Mas o que mais me chamou atenção foi um atleta do remo da Inglaterra, Steve Redgrave, que conseguiu um feito até então inédito. Ele, no remo, é um ícone pelo ótimo resultado durante 20 anos. Se não me engano, tem até o título de Sir (senhor, em inglês) pelo mérito esportivo”, diz. Redgrave recebeu tal honraria da rainha Elizabeth II por ter conquistado cinco ouros olímpicos seguidos, de 1984 a 2000. O cientista Isaac Newton, descobridor 48 I Poderes em Revista