Pathos: revista brasileira de práticas públicas e psicopatologia 5º Volume - Page 63

Σ

PATHOS / V. 05, n.03, 2017 62

referências

Araújo, T. C. C. F. de, & Guimarães, T. B. (2009). Interações entre voluntários e usuários em onco-hematologia pediátrica: Um estudo sobre os “palhaços-doutores.” Estudos e Pesquisas em Psicologia, 9(3), 632–647. doi:10.12957/epp.2009.9072

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo (Edições 70 ed.). Lisboa.

Beuter, M., & Alvim, N. A. T. (2010). Playful expressions in hospital care on the view of nurses. Escola Anna Nery, 14(3), 567–574. doi:10.1590/S1414-81452010000300019

Caires, S., Esteves, C. H., Correia, S., & Almeida, I. (2014). Palhaços de hospital como estratégia de amenização da experiência de hospitalização infantil. Psico-USF, 19(3), 377–386. doi:10.1590/1413-82712014019003001

Costa, S. C., Figueiredo, M. R. B., & Schaurich, D. (2009). Humanização em Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI): compreensões da equipe de enfermagem. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 13(1), 571–580. doi:10.1590/S1414-32832009000500009

Duarte, F. M., & Wanderley, K. da S. (2011). Religião e Espiritualidade de Idosos Internados em uma Enfermaria Geriátrica. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 27(1), 49–53. doi:10.1590/S0102-37722011000100007

Ferreira, A. L. R. (2013). Transgressão na máscara do palhaço. Cadernos Virtuais de Pesquisa em Artes Cênicas, 1(1). Recuperado de http://www.seer.unirio.br/index.php/pesqcenicas/article/view/3039

Freud, S. (1996). Os chistes e sua relação com o inconsciente In Edição standard das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (v. VIII). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1905).

Freud, S. (1996). O humor In Edição standard das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (v. XXI). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1927).

Giuliano, R. C., Silva, L. M. dos S., & Orozimbo, N. M. (2009). Reflexões sobre o “brincar” no trabalho terapêutico com pacientes oncológicos adultos. Psicologia: ciência e profissão, 29(4), 868–879. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932009000400016

Januário, L. M., & Tafuri, M. I. (2010a). A relação transferencial com crianças autistas: Uma contribuição a partir do referencial de Winnicott. Psicologia Clínica, 22(1), 57–70. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652010000100004

Junqueira, M. de F. P. da S. (2003). A mãe, seu filho hospitalizado e o brincar: Um relato de experiência. Estudos de Psicologia (Natal), 8(1), 193–197. doi:10.1590/s1413-294x2003000100022

Kuhn, T., Lazzari, D. D., & Jung, W. (2011). Vivências e sentimentos de profissionais de enfermagem nos cuidados ao paciente sem vida. Rev. bras. enferm, 64(6), 1075–1081. Recuperado de http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=626565&indexSearch=ID

Kupermann, D. (2010). Humor, desidealização e sublimação na psicanálise. Psicologia Clínica, 22(1), 193–207. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652010000100012

Marinho, R. F., Santos, N. O., Pedrosa, A. F., & Lucia, M. C. S. (2005). Crenças relacionadas ao processo de adoecimento e cura em pacientes renais crônicos. Psicologia Hospitalar, 3(2). Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-74092005000200005

Marques, F. D., Sousa, L. M., Vizzotto, M. M., & Bonfim, T. E. (2015). A vivência dos mais velhos em uma comunidade indígena Guarani Mbyá. Psicologia & Sociedade, 27(2), 415–427. doi:10.1590/1807-03102015v27n2p415

Morais, M. B. L. (2008). Humor e psicanálise. Estudos de Psicanálise. 114–124. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-34372008000100014&lng=pt&tlng=pt

Moura, M. M. D. de, Guimarães, M. B. L., & Luz, M. (2013). Tocar: Atenção ao vínculo no ambiente hospitalar. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 17(45), 393–404. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-32832013005000011&script=sci_abstract&tlng=es

Mussa, C., & Malerbi, F. E. K. (2013). O efeito do palhaço no estado emocional e nas queixas de dor de adultos hospitalizados. Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063, 21(1), 77–97. Recuperado de http://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/13584

Oliveira, F. M., Ramos, E. F. A.S., Lucena, R. F., Santos, F. P. de M., Bezerra, S. A., Loureiro, J. N. C., … Viana, P. W. D. (2012). Recuperação imediata pelo riso: uma experiência clown. Rev. Ciênc. Ext., 8(3), 75–85. Recuperado de http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/711

Pasche, D. F., Passos, E., & Hennington, É. A. (2011). Cinco anos da política nacional de humanização: Trajetória de uma política pública. Ciência & Saúde Coletiva, 16(11), 4541–4548. doi:10.1590/s1413-81232011001200027

Rodrigues, A. F. de A., & Nunes Filho, W. J. (2013). A utilização do palhaço no ambiente hospitalar. ouvirOUver, 9(1), 72–81. Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/28127

Sato, M., Ramos, A., Silva, C. C., Gameiro, G. R., & Scatena, C. M. da C. (2016). Palhaços: Uma revisão acerca do uso dessa máscara no ambiente hospitalar. Payasos: Una revisión sobre el uso de esa máscara en el ambiente hospitalario. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 20(56), 123–134. doi: 10.1590/1807-57622015.0178

Utsunomiya, K. F., Ferreira, E. A. G., Oliveira, A. M., Arai, H. T., & Basile, M. A. (2012). MadAlegria – Palhaços de hospital: Proposta multidisciplinar de humanização em saúde MadAlegria – hospital clowns: Multidisciplinary approach for health humanization. Rev Med, 91(3), 202–8. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/revistadc/article/viewFile/58984/61969