O queijo de coalho em Pernambuco: histórias e memórias - Page 54

52 O QUEIJO DE COALHO EM PERNAMBUCO: HISTÓRIAS E MEMÓRIAS a análise do produto que pudesse determinar componentes nutritivos e graus de acidez, purificação para expelir os pelos do gado, ou mesmo insetos. Para se ter uma melhor qualidade do leite, sugeria-se a imitação de normas de centros avançados, dando como exemplo a Argentina, com relação à regulamentação e comercialização do leite, visando o bem–estar da população, e a queda da mortalidade infantil. Conclui-se que todos os produtos das nossas indústrias de laticínios estavam muito aquém de atender as exigências de consumo do Estado. Entretanto, esse quadro não apresentou muita modificação na década posterior, conforme notícia do jornal de Garanhuns “O Clarim”, de 05 de maio de 192955. [...]O leite. Ao que deduzimos das contínuas reclamações que nos chegam contra o leite que, em parte está sendo vendido com água e às vezes algumas impurezas, a higiene não tomou em consideração, a que nos referimos, há dias, sobre o caso. Um ano após essa reportagem, a preocupação persistia, o que deixa explicito a publicação do Diário Oficial do Estado de Pernambuco (em 04 de abril de 1930, p. 541 a 556)56. "... modelo de higienização desse produto..." Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo, na abertura da 3º Sessão da 13º Legislatura, pelo governador do Estado de Pernambuco Estácio Albuquerque Coimbra: [...] de competência Municipal, com o fornecimento de carnes é um cazo (sic) ligado à solução do próprio problema zootécnico. Na capital, onde contamos com um matadouro modelo, urge tratá-lo com decizão (sic), atendendo-se a circunstâncias de que as rezes aqui chegam geralmente fatigadas, enfraquecidas e doentes, de onde a alta percentagem de animais condenados pela fiscalização da Saúde Pública. De competência Municipal, como o fornecimento de carnes, e o problema do leite. Mas, afim (sic) de pôr em execução medidas oportunas, de acordo com as autoridades do Município, a Secretaria da Agricultura iniciou uma campanha em favor da boa produção e da racional distribuição no comércio desse importante produto alimentar. Para esse fim, a referida Secretaria determinou que um dos seus técnicos com conhecimentos especiais do assunto pudesse estudar o estado presente de nossa pecuária, tomar as devidas providências no sentido de realizar uma propaganda de educação profissional e propor (sic) ao Governo outras medidas que, desde logo, possam ser postas em prática. A respeito do leite, o serviço encontrou o apoio da classe dos criadores do Município de Recife e vizinhos e é possível que dentro de pouco tempo, esta cidade venha a possuir sua uzina (sic) – modelo de higienização desse produto, dispondo de aparelhamento necessário a distribuição metódica e seguindo, assim o exemplo das capitais importantes do sul do paiz (sic) e do estrangeiro.