O queijo de coalho em Pernambuco: histórias e memórias - Page 25

A PRODUÇÃO DO LEITE E DO QUEIJO SE TORNA CULTURA mentos não são somente alimentos. Alimentar-se é um ato nutricional. Comer é um ato social, pois constitui atitudes ligadas aos usos, costumes, protocolos, condutas e situações. Nenhum alimento que entra em nossas bocas é neutro à historicidade da sensibilidade gastronômica, que explica e é explicada pelas manifestações culturais e sociais como espelho de uma época e que marcaram uma época. Assim visto, entendemos que, por muito tempo, a história do queijo foi ignorada no âmbito da historiografia brasileira. Junto a esse produto, revela-se a cultura de quem o faz, de quem degusta, de quem comercializa e de quem organiza novas maneiras higiênicas de tratar o queijo. Revelam-se também aqueles que primam pela qualidade d e vida das pessoas, algumas oriundas de outras terras que passaram a conhecer o queijo de coalho produzido nessa área do Agreste dePernambuco, foco desta pesquisa. 23