O queijo de coalho em Pernambuco: histórias e memórias - Page 140

138 O QUEIJO DE COALHO EM PERNAMBUCO: HISTÓRIAS E MEMÓRIAS 58 BAUER, Carlos. Breve história da mulher no mundo ocidental. Ed. Xamã, 2001. 59 LINS, Raquel Caldas (Coord.). As áreas exceção de Pernambuco. Recife, SUDENE,1989. 60 ANDRADE, Manoel Correia de Andrade. A terra e o homem do Nordeste. São Paulo: Atlas, 1985. 61 AMADOR, Maria Betânia. A visão sistêmica e sua contribuição ao estudo do pecuário de Venturosa e Pedra no Agreste de Pernambuco. SãoPaulo: Blucher Acadêmico, 2008, p 69. 62 Idem, p.86. 63 Diário de Pernambuco, 08.03.1862. 64 Orçamento para exercício, 1930. Município de Leopoldin ( Parnamirin). 65 HOUAISS, Antonio. Dicionàrio Houaiss de Língua Portuguesa. Rio de Janeiro, Instituto Antonio Houaiss de Lexicografia, 2001. 66 GALVÃO, Sebastião de Vasconcelos. Diccionario Chorográfico, Histórico e Estatístico de Pernambuco. Rio de Janeiro, Imprensa nacional, 1908. 67 Idem, p. 272 68 BARROS, Souza. A década de 20 em Pernambuco. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 1985, p. 49. 69 Anuário Estatístico de Pernambuco. Recife, 1927, p.290-291. 70 AMADOR, Maria Betânia. A visão sistêmica e sua contribuição ao estudo do pecuário de Venturosa e Pedra no Agreste de Pernambuco. São Paulo: Blucher Acadêmico, 2008. p. 69. 71 GALVÃO, Sebastião de Vasconcelos. Diccionario Chorográfico , Histórico e Estatístico de Pernambuco. Rio de Janeiro, I &V66c2ࠣs 'VFV<:FRv&V3'FRWf|:Ɩ6#"ࠣs0FV"2ࠠ