Noticias de Barroso

Director: Carvalho de Moura Ano XXX, Nº 460 Montalegre, 15.11.2014 Quinzenário E-mail:carvalhodemoura@sapo.pt 0,90 € (IVA incluído) Barroso Noticias de Almoço dos Conjurados Transparência no concelho de Montalegre “Montalegre, como que por magia, subiu do vergonhoso último lugar que obteve em 2013 (que, como se lembram, diz respeito ao último mandato de Fernando Rodrigues) para a posição 76º. Trata-se de um enorme salto, obtido em apenas um ano, que deve ser aplaudido por todos os Barrosões”. P5 RM e Biblioteca Municipal celebram aniversário de Manuel António Pina António Pina, jornalista e escritor, é lembrado numa acção conjunta da RM e da Biblioteca Municipal. Durante todo o dia 18, terça feira, a qualquer hora pode ser escutado um poema na antena da Rádio Montalegre, declamados pelo pessoal que trabalha na Biblioteca, gravados previamente nas instalações da RM P8 O Toque das Trindades “No Toural que é hoje a Praça do Município (ver imagem), na Rua Direita e até ao Largo do Pelourinho, homens e mulheres, por vezes, misturados com os animais vindos a pé das aldeias em redor, atafulhavam todo aquele espaço”. P7 A Real Associação de Trásos-Montes e Alto Douro e o seu Núcleo Concelhio de Montalegre vão celebrar a data evocativa da Independência Nacional, retomando uma tradição que vem desde 1640. A comemoração terá lugar, no próximo dia 6 de Dezembro, em Pisões, freguesia de Viade de Baixo, e contará com a presença de S.A.R. o Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança. O Núcleo concelhio de Montalegre, com sede em Salto, dá deste modo sinais de dinamismo em torno de uma causa que, nos tempos que correm, cada vez tem mais aderentes. A iniciativa visa por um lado reunir em saudável confraternização os monáquicos de Trás-os-Montes e, por outro, lembrar aos portugueses que o ideal monárquico está bem vivo em muitos portugueses para quem a República não se tem mostrado capaz de cultivar os seculares valores históricos, culturais e morais do nosso País. O Núcleo Concelhio de Montalegre chama a si o objectivo principal de ser monárquico que é a promoção de uma alternativa política para Portugal, que, face ao fracasso da nossa experiência republicana, a monarquia servirá, com efcácia, o bem público e as aspirações e as liberdades do homem. Abel Neves Mais uma distinção da Sociedade Portuguesa de Autores para o escritor barrosão. Ver o currículo de Abel Neves ( Página 16), a sua vasta obra literária que o coloca entre os maiores escritores contemporâneos. As Vocações Para quem confia e acredita em Deus, não há tempos de crise (de vocações), porque Deus nunca deixa de estar presente com a sua graça e o seu amor em todos tempos, apontando sempre caminhos de vida nova e de esperança para a humanidade. Deus nunca deixou ou deixa de chamar e de proporcionar todos os meios para o homem responder. O homem é que pode não andar muito sintonizado com os apelos e os chamamentos de Deus P13