nº2 30 Março 2017 - Page 5

Em Alcochete, a diferença entre o rendimento dos homens e das mulheres pode chegar aos mil euros, mostram dados da Marktest. Ourique, Mértola, Castanheira de Pêra, Nordeste e Lajes do Pico são os únicos cinco concelhos portugueses onde as mulheres ganham mais que os homens.

A empresa de estudos de mercado analisou os salários dos trabalhadores por conta de outrem e apurou que a diferença é pequena, mas que o ganho médio mensal das mulheres é mais elevado, ao contrário da generalidade dos concelhos do país, em que os homens ganham mais.

Ver mais ...

Só há 5 concelhos em Portugal onde as mulheres ganham mais que os homens

5

O relatório da OIT sobre os salários confirma o aprofundamento, à escala global, das desigualdades na repartição do rendimento, com o capital a absorver uma parte crescente da riqueza produzida.

Em Portugal, a política de exploração e empobrecimento imposta, nomeadamente nos anos da troika, agravou os desequilíbrios existentes e acentuou de forma preocupante a pobreza laboral. A injusta distribuição da riqueza alastrou a pobreza entre as crianças, fruto de uma política de baixos salários, precariedade, bloqueios à negociação da contratação colectiva e ausência de protecção social que pauperizou os rendimentos dos seus pais. Ver mais ...

É hora de passar da constatação à acção contras as desigualdades