MORAL E DOGMA I - SIMBÓLICOS - 1º ao 3º GRAU MORAL E DOGMA Vol I - Page 18

MORAL E DOGMA o Estado e os cidadãos. As três faces invisíveis são a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade, – a alma tríplice do Estado, – sua vitalidade, espírito e intelecto. * * * * * * Apesar da Maçonaria não usurpar o lugar nem imitar a religião, a oração é parte essencial de nossas cerimônias. É a aspiração da alma em direção à Inteligência Absoluta e Infinita, que é a Suprema Divindade Única, mais delicada e desentendidamente caracterizada como um “ARQUITETO”. Certas faculdades do homem são dirigidas para o Desconhecido – o pensamento, a meditação, a oração. O desconhecido é um oceano, do qual a consciência é a bússola. Pensamento, meditação, oração, são os grandes misteriosos pontos apontados pela agulha. É um magnetismo espiritual que assim conecta a alma humana com a Divindade. Estas irradiações majestosas da alma penetram a sombra em direção à luz. É um escárnio superficial dizer que a oração é absurda porque não nos seria possível, por meio dela, persuadir Deus a mudar Seus planos. Ele produz efeitos pré-conhecidos e pré- planejados, através da instrumentalidade das forças da natureza, todas elas Suas forças. Nossa própria é parte destas. Nossa livre agência e vontade são forças. Não deixamos absurdamente de fazer esforços para alcançar riqueza ou felicidade, prolongar a vida, e manter a saúde, só porque não podemos, por qualquer esforço, mudar o que está predestinado. Se o esforço também é predestinado, não menos será o nosso esforço, criado de nossa livre vontade . Portanto, do mesmo modo, oramos. A Vontade é uma força. O Pensamento é uma força. A Oração é uma força. Por que não seria da lei de Deus que a oração, tal como a Fé e o Amor, tivesse seus efeitos? O homem não deve ser compreendido como 8