Master of Simplicity Magazine #5 Setembro/Outubro 2017 - Page 66

Acrescentaria a estes Rs:

- Adaptar - todos temos vidas diferentes e portanto não poderíamos usar todos as mesmas coisas, da mesma forma. Também é importante não sermos demasiado duros connosco. Fazemos aquilo que nos é possível, um dia de cada vez.

- Substituir – optar por alternativas mais sustentáveis: substituindo tudo o que é descartável (copos, pratos, talheres de plástico) por opções reutilizáveis, preferindo materiais como metal/inox/vidro em detrimento do plástico.

Pôr em prática este comportamento faz-nos reflectir sobre a vida que vivemos e, ao mesmo tempo instiga-nos, remetendo-nos à reflexão sobre o consumo desenfreado que, muitas vezes, embora involuntariamente, acontece de forma inconsequente.

Numa sociedade de consumo é muito difícil dizer “não” mas, não é impossível. Devemos questionar se algo nos faz verdadeiramente falta e devemos também ser mais exigentes com as marcas e produtos que compramos. Enquanto consumidores temos um papel decisivo e devemos usar esse poder a nosso favor, exigindo alternativas mais sustentáveis.

Há cada vez mais marcas e negócios sustentáveis um pouco por todo o mundo e também em Portugal. Por isso, a 15 de Julho de 2017, organizei juntamente com a Inês Espada Nobre, minha amiga e também membro desta comunidade, o 1.º evento em Portugal dedicado ao Desperdício Zero com workshops, mercado de produtos sustentáveis e comida vegetariana. Realizou-se na Biovilla (maravilhoso projecto dedicado à sustentabilidade), onde recebemos cerca de 300 pessoas. Foi fantástico ver tanta gente inte-ressada nestas temáticas e perceber, no final, que conseguimos fazer este evento produzindo pouquíssimo lixo.

Desperdício Zero: como começar?

- Analisar o nosso saco do lixo e perceber o que existe em maior quantidade

- Substituir itens descartáveis (copos, pratos, talheres de plástico) por versões reutilizáveis

- Comprar a granel usando sacos em tecido e frascos

- Fazer compostagem

- Preferir produtos biológicos e locais

- Usar produtos naturais de higiene e para a limpeza da nossa casa

- Comprar em 2ª mão

- Ter uma alimentação vegetariana (por exemplo uma ou duas vezes por semana)

- Evitar o uso de plástico