Master of Simplicity Magazine #5 Setembro/Outubro 2017 - Page 32

Siga Zoe Kim:

Fotografias gentilmente cedidas pela entrevistada

M.O.S.: Como você usa (aplica) o minimalismo com os seus filhos? Utiliza estratégias especiais?

Z.K.: Nós permitimos que os nossos filhos tomem as suas próprias deci-sões e demonstramos para eles o porquê do minimalismo. Nós ensina-mo-los a serem conscientes através do reforço e do encorajamento positivo. Algumas abordagens mais úteis que eu encontrei são sobre ensinar-lhes que aplicar um filtro minimalista em suas vidas não é sobre a depravação. É o mais em menos. Trata-se de ques-tionar a si mesmo o que realmente agrega valor e remover o resto. A sim-plicidade voluntária é um privilégio, e dar coisas que não usamos nem adoramos sempre nos faz sentir melhor do que mantê-las.

Algumas outras maneiras práticas que nos fazem reforçar a simplicidade e o minimalismo é torná-los divertidos. No passado, destralhamos a sala de estar juntos e depois celebramos isso com uma noite de cinema naquela sala. Oferecer uma recompensa prática com o trabalho pode ser motivador e per-mitir-lhes experimentar os benefícios em primeira mão.

M.O.S.: O que as pessoas que procuram você têm em comum ou diferente, considerando todos os estados e países onde você esteve?

Z.K.: Intencionalidade para viver uma vida melhor com menos coisas.

O seu livro novo,

Minimalism for Families (Minimalismo para Famílias)

já está disponível para

pré-encomenda.

Pode solicitá-lo aqui!