Master of Simplicity Magazine #3 Maio 2017 - Page 12

A arte é fundamental na formação humana, exercendo o papel de mediadora entre o eu e o mundo, configurando os sujeitos como construtores efetivos da sociedade, individual e coletivamente. Através da sensibilidade, da imaginação, do pensamento e da expressão crítica criativa, propicia a integração e o inter-relacionamento dos sujeitos no âmbito da estética, da poética e do imaginário.

Meu fazer artístico é fruto da relação de meu viver com simplicidade. Buscando uma forma de me relacionar com as coisas que fazem parte do meu ver e sentir enquanto artista. Não mais na reflexão da arte repleta de informações, mas sim na simplicidade de dizer tudo o que quero com o mínimo possível. Esse fazer tanto na música, na escultura ou na pintura, ocupa os espaços mínimos, deixando que o vazio passe a ter também significado, colaborando com a obra.