Inominável Nº 3 - Page 46

Sim, era verdade.

por A Miúda

E

ra verdade quando me diziam que bom, bom era ser criança. Era verdade quando me diziam que não devia ter pressa para ser adulto, que ser adulto era uma treta e era muito melhor ser criança. Era verdade quando me diziam que ser adulto implicava ter muitas responsabilidades. Sim, era verdade.

Mas não era verdade quando me diziam que quando fosse adulto não poderia brincar. Posso. As brincadeiras já não são as mesmas mas continuamos a poder brincar. Aquelas brincadeiras com carrinhos ou com Barbies voltamos a ter quando temos um filho, o objecto em si depende do gosto dele mas seja com o que for reavivamos a memória e sentimo-nos felizes, nostálgicos.

Não era verdade quando me diziam que tinha de aproveitar a escola ao máximo quando era criança porque em adulto já não ia conseguir aprender nada. Aprendo todos os dias uma coisa nova, seja sobre contabilidade, uma palavra nova noutra língua ou até mesmo a lidar com um certo tipo de pessoa ou com uma situação. Há sempre coisas a aprender e nunca estamos velhos – isto foi uma das coisas que percebi em adulta e todos os dias tenho vontade de aprender ainda mais.

Não era verdade quando me diziam que a lei da vida era Estudar – Namorar – Trabalhar – Casar – Ter Filhos para ser feliz. Sou feliz e a minha vida foi mais Estudar e Namorar – Ter Filhos – Trabalhar.

46

Crédito/fonte da foto: pixabay.com