Inominável Ano 2 Inominável Nº8 - Page 56

por Gil Cardoso

Fotografar… (iv)

Reconheço que as terminologias e os conteúdos destes primeiros artigos possam ser um pouco mais técnicos, mas são de uma enorme importância para compreender o comportamento que a luz tem na fotografia, de modo a obter o resultado perfeito. Só se conseguem os melhores resultados depois de compreender o princípio básico do triângulo de exposição.

O triângulo da exposição é formado por três variáveis. No artigo anterior falei-vos da velocidade de obturação. Desta vez vou abordar a abertura do diafragma.

Todas as objetivas têm no seu interior um conjunto de lamelas, que abrem ou fecham em função da quantidade de luz que pretendemos deixar entrar. A abertura do diafragma é normalmente conhecida como “f-xpto” (ver imagem abaixo). Quanto maior for a abertura, maior é a quantidade de luz que passa para o sensor. No entanto, a escala de numeração é precisamente o oposto. Ou seja: quanto maior é a abertura, menor é o numero indicado no “f-xpto”. Uma abertura de f/1.8 é maior que abertura f/9.

Conselho que logo à partida vos posso dar: visitem todos os spots cliché. Explorem ângulos e contemplem a beleza ímpar de uma das mais belas paisagens do mundo.

Na minha infância, e até mesmo na adolescência, ainda sem a proliferação de canais televisivos, era recorrente ver nos concursos mais conhecidos prémios que sorteavam viagens aos Açores. A exibição do prémio era normalmente acompanhada por uma fotografia que recordo com facilidade. Tive a possibilidade de fotografar esse local do meu imaginário. No entanto, e ao contrário de qualquer promotor turístico,

Uma fotografia carregada de técnica pode não ser a melhor fotografia do mundo. Para isso, tem de ter algo nosso, algo que transmita um sentimento de cada vez que se olha.

Fotografar é paixão!

60