Inominável Ano 2 Inominável Nº8 - Page 51

Nº 8 - Junho 2017

Antiga aldeia de pescadores, além do belíssimo e extenso areal que lhe dá o nome a praia da Tocha tem um curioso núcleo habitacional formado pelos antigos palheiros onde eram guardados em tempos idos os materiais da pesca, ou que serviam de armazém para a salga do peixe. Hoje estes palheiros recuperados conhecem uma nova vida e servem essencialmente como casas de férias, mantendo a traça e os materiais originais e, em muitos deles, os seus padrões genuínos com riscas fininhas em duas cores, em contraste alegre com o tom quase branco da areia.

A designação de “palheiros” vem do facto de originariamente os telhados destas casas serem feitos de palha. Nos nossos dias, a palha já foi substituída pelas telhas, mas o nome tradicional permanece. A procura turística como lugar de veraneio resultou num óbvio crescimento urbanístico da aldeia, mas felizmente de forma contida e sem afectar muito as suas características tradicionais. E na praia, a arte xávega permanece viva e é um dos motivos de atracção e curiosidade para quem vem de fora.

Coordenadas: 40° 19' 46” N 8° 50' 40” O

55