Inominável Ano 2 Inominável Nº6 - Page 60

60

O que ler a seguir

Na estante das pessoas que compram livros à medida do seu ritmo de leitura esta questão é, realmente, descabida. Mas nas estantes (sim, várias estantes) das pessoas que acumulam livros porque não conseguem não o fazer, a escolha da próxima leitura implica toda uma decisão sobre prioridades.

E sim, esse drama existe na vida desta vossa amiga.

Muitas vezes é ainda durante a leitura em curso que a dúvida começa a assolar-me. À medida que o número de páginas restantes diminui, os olhares que lanço à estante deixam de ser meras observações (adorações, vá) para se converterem na angústia de decidir o senhor que se segue. Como optar? Como escolher apenas um, se a sofreguidão de ler todos assume contornos doentios? Respiro fundo e bebo um copo de água. Não serve de nada, mas mal não faz. Tento focar-me. A presente leitura ainda está em curso e não posso dispersar-me a ponto de não acompanhar convenientemente os desenvolvimentos. Não me faltava mais nada do que chegar à última página e não perceber o fim, porque me detive a orientar decisões sobre o livro seguinte no momento decisivo da trama. Já aconteceu. A decisão sobre o livro seguinte foi adiada. Voltei, claro, a reler o final do livro com a cabeça no lugar, isto é, no livro.

Mas, e para complicar um pouco, as minhas opções não se resumem aos livros da estante. Como leio sempre vários livros ao mesmo tempo (apesar de, sim, haver um que assume o papel do “principal”), pode dar-se o caso de, terminado um, seguir para outro já iniciado. E aqui volto à pescadinha de rabo na boca. Prosseguir para qual? Deito uma olhadela às lombadas na mesinha de cabeceira e, inevitavelmente, chego à conclusão que alguns dos livros moram lá há tempo demais. A situação assume contornos tais que às vezes já nem me lembro de que tratam tais livros. Pois é, eu assumo que deixo livros a meio, mas não é um processo fácil, é muitas vezes um desmame doloroso. Mas chega sempre o dia da limpeza.

Escolher o próximo livro nem sempre é uma opção linear.

Eu sei, soa um pouco ridículo, afinal é só ir à estante e tirar um dos livros por ler.

Se estão para ler é porque a estante os recebeu por serem leituras desejadas, e o que importa a ordem de leitura se todos estão ali para o mesmo?

por Márcia Balsas