Inominável Ano 2 Inominável Nº5 - Page 22

22

Bom dia ‘migas!

Tenho um stress com o meu parceiro. Nós moramos juntos há imenso tempo – dois meses inteiros, acho que até já mais um ou dois dias. Achámos que estava na hora de dar o passo depois de duas semanas intensas de namoro. Sei que assim não parece muito, mas não me julguem, ‘tá? Que eu já não vou para nova, as minhas amigas estão todas casadas e a ter filhos e eu já estou a perder a competição há demasiado tempo.

Mas atenção! Gosto mesmo dele! Somos supé (!) compatíveis. Gostamos de sair à noite para beber um copo (ou muitooos), conversamos imenso, usamos Snapchat que nem doidos (‘tou sempre com uma coroazinha de flores na cabeça e olhos muita giros). Só há mini-micro-problema.

Ele é pouco aventureiro. Não gosta de carinhos públicos, não gosta de sair da rotina, percebem? A maior loucura que consegui levá-lo a fazer foi um dia... eu não gosto de dizer sexo por isso vou dizer “ler Saramago”, tá bem?

Então, dizia eu: ele só quer ler Saramago na cama e àquela hora certa que é ali antes de deitar. Ora eu gosto de agitar um pouco as coisas. A maior loucura que consegui foi levá-lo a ler Saramago no sofá! Mas gostava que pudéssemos ler Saramago no tapete, no carro, na praia, na sala da casa dos pais dele. Fazer como tantas pessoas fazem e, sei lá, ler Saramago num banquinho de um jardim público, ‘tão a ver?

Isto não quer dizer que ele não leia muito bem, que lê! Só que só lê no mesmo sítio à mesma hora, como o padre a dar a missa aos Domingos de manhã – e quem me dera que fosse de manhã! E agora com o frio a instalar-se eu queria muito, muito cumprir com ele uma fantasia antiga minha que era ler Saramago à lareira.

Ele fica logo furioso só com a sugestão, sabem? Que não temos lareira, que não é preciso ler fora de casa, que faz fagulhas, que depois aquece muito, que uma vez em pequeno queimou a gadelha por estar sem cuidado junto à lareira, que a borracha do... livro... derrete e eu ainda engravido, que é alérgico a carvão, enfim. Um dia destes, para tentar recriar o ambiente acendi uma vela e ele perguntou logo se eu estava a tentar incendiar a casa...

Não sei o que fazer, podem ajudar-me? Como é que o ponho a ler Saramago à lareira?