Informativo ABECO Informativo No 6 (jul-set 2016) - Page 4

Informativo da Associação Brasileira de Ciência Ecológica e Conservação Número 06 – Julho a Setembro de 2016 PERFIL DO ECÓLOGO MINHA PARTICIPAÇÃO NA PESQUISA ECOLÓGICA DO BRASIL por JOSÉ GALIZIA TUNDISI Presidente da Associação InsKtuto Internacional de Ecologia e Gerenciamento Ambiental Professor Titular da Universidade de FEEVALE, Novo Hamburgo , RS- Vice Presidente do INCT – ACQUA / MCT Desde o curso de graduação que fiz na USP em História Natural, de 1959 a 1962, interessei- me por Ecologia. Quando ingressei no InsKtuto Oceanográfico da USP, como estagiário, a nossa chefe Dra. Martha Vannucci, Knha especial tendência para ensinar processos e temas ecológicos. Ao realizar o Mestrado na Universidade de Southampton – Inglaterra, o meu Orientador Prof. J.E.G. Raymont era especialista em ecologia do plâncton marinho o que me esKmulou cada vez mais a procurar compreender, o papel da ECOLOGIA como Ciência e como estudar os complexos problemas desta Ciência. Comecei a estudar aKvamente teoria de sistemas, ecossistemas e pude aperfeiçoar esta visão ao realizar meu doutorado, na região Laguna de Cananéia. Ao transferir-me para São Carlos na UFSCar, a teoria de ecossistemas aplicada a represas mais uma vez, me esKmulou. Iniciei em 1971 o “Modelo Broa” projeto de pesquisa interdisciplinar que até hoje está aKvo e é parte do PELD (Programa de Pesquisas de Longa Duração) com apoio do CNPq e FAPESP. Fundei o curso de pós-graduação em Ecologia e Recursos Naturais da UFSCar, em 1976, o primeiro do Brasil e que já produziu em seus 40 anos de aKvidades mais de 1.000 doutores e 700 mestres. Sempre a visão sistêmica me acompanhou nessas iniciaKvas. Por exemplo, quando implantei o PELD no CNPq em 1996, foi com esta visão sistêmica e comparada. Fundei, depois em 1989, o curso de Pós-Graduação em Ciência da Engenharia Ambiental (Mestrado e Doutorado) da EESC, USP. Neste caso, a iniciaKva foi estabelecer uma ponte entre Ecologia e Engenharia de forma a oferecer subsídios para a gestão de ecossistemas e a aplicação de técnicas inovadoras como modelagem matemáKca e prediKva na gestão. Trabalhei em mais de 100 represas no Brasil, realizando monitoramento, programas de gestão integrada, modelagem matemáKca e avaliação de impactos. Com a visão sistêmica pude contribuir para aprofundar e aperfeiçoar a gestão integrada de bacias hidrográficas e reservatórios e para oKmizar a construção de represas de forma a conservar qualidade da água e biodiversidade. ConKnuo estudando ecossistemas aquáKcos conKnentais represas, uKlizando novas abordagens: serviços de ecossistemas; exergia; biodiversidade e riqueza de espécies. Este conjunto propõe novas possibilidades de controle dos processos, gestão integrada e componentes prediKvos.