Informativo ABECO Informativo No 12 (mai-ago 2018) - Page 8

INFORMATIVO ABECO | Edição Nº 12 8 PERFIL DA ECÓLOGA PERSEVERANÇA E PACIÊNCIA: ESTRATÉGIAS DE UMA VIDA ACADÊMICA por Sandra Maria Hartz Professora Titular do Departamento de Ecologia da UFRGS Prezado leitor, muito me honrou o convite feito pela Diretoria de nossa Associação para contribuir com este número do Informativo ABECO. Não que minha trajetória profissional seja repleta de lances espetaculares ou de emoções fortes. Claro, para mim com certeza certos momentos foram inesquecíveis, mas meu objetivo aqui é poder apresentar um pouco de minha trajetória para aqueles que estão iniciando sua vida profissional, principalmente para aqueles que almejam vivenciar a vida acadêmica. Nasci em Porto Alegre e tive uma infância totalmente urbana. No entanto, gostava de ler e aprender sobre os animais (os colegas cinquentões, que formam parte de minha geração, irão se lembrar da Enciclopédia Naturama e do Seriado na TV Daktari). Adorava ir para a escola e sempre fui boa nas áreas de Ciências Exatas, a despeito de não fazer feio nas Humanas também. Quando ingressei no Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1980, já trabalhava (como bancária). A Biologia foi uma escolha natural para mim, dada a minha curiosidade em estudar os animais. Cheguei a pensar em fazer veterinária, mas meu interesse era em comportamento e história natural, principalmente de aves e mamíferos. Estudar e trabalhar ao mesmo tempo não foi fácil, tanto que fiz minha graduação em sete anos, me formando em Licenciatura em Ciências Biológicas em 1987. Dois anos antes, em 1985, vivi um dilema: continuar ou não no curso de Biologia. Isso porque estava prestes a ser promovida a um cargo de chefia no banco em que eu trabalhava e assim ficaria quase impossível continuar com o curso. Acho que muitos de vocês já pararam e pensaram no que queriam para sua vida profissional. Certamente se eu optasse pelo dinheiro naquele momento hoje estaria em