Informativo ABECO Informativo No 11 (jan-abr 2018) - Page 17

INFORMATIVO ABECO | Edição Nº 11 17 ESPAÇO DA PÓS-GRADUAÇÃO Um pouco sobre a primeira avaliação quadrienal da CAPES Por Rosana Mazzoni A Área de Biodiversidade está constituída por 141 Programas de Pós- Graduação (PPGs) em atividade, sendo 136 PPGs com Mestrado Acadêmico e/ou Doutorado e 5 PPGs com Mestrado Profissional. Este conjunto cobre as disciplinas clássicas de Botânica, Ecologia, Oceanografia biológica e Zoologia. Por conta das assimetrias regionais, bem conhecidas dentro do sistema nacional de pós- graduação, quase dois terços desses PPGs estão concentrados nas regiões Sudeste e Nordeste. O Relatório de Avaliação da área de Biodiversidade da CAPES, apresentado em 20 de dezembro de 2017, apresenta detalhes do processo e o resultado da Avaliação Quadrienal para o período 2013 – 2016. A avaliação presencial ocorreu em Brasília entre 24 e 28 de julho de 2017 e contou com 40 consultores com qualificação técnico-científica nos temas que compõem a área do conhecimento, sob coordenação do professor Dr. Paulo Jorge Parreira dos Santos, coordenador da área de Biodiversidade. Os PPGs avaliados receberam notas de 1 a 7, de acordo com os critérios da Área e o Regulamento do processo de Avaliação da Quadrienal. Tais critérios foram, essencialmente, baseados na qualidade acadêmica dos PPGs e sua internacionalização. Os critérios de avaliação e seus respectivos pesos foram definidos de forma a: (i) privilegiar a qualidade da produção, estimada inicialmente pela qualidade dos periódicos conforme aferida pelo Fator de Impacto (FI) e índice H; (ii) verificar a inserção adequada dos Discentes e Egressos no processo de produção científica total e de qualidade; e (iii) indicar a necessidade de redução de heterogeneidades. Destaca-se que no período 2013 a 2016 o país formou 6.460 Mestres e 2.323 Doutores nos diversos temas ligados à biodiversidade. Esses números se devem, também, à maturidade científica da área que está representada por uma elevada massa crítica (em torno de 2500 pesquisadores estruturados nos Núcleos Permanentes dos PPGs). Os indicadores da maturidade e os avanços da Área de Biodiversidade se mostraram bastante positivos tanto em termos de volume quanto de qualidade da produção, pela internacionalização, bem como pela evolução da distribuição das notas dos PPGs. A Área de Biodiversidade ficou com 32