Detectives Selvagens 2- Medo - Page 92

Pedro Miguel dias Há um cheiro a ossos Há um cheiro a ossos que paira no ar, como se a morte viesse, encavalitada numa nuvem púrpura de trovoada, sorrindo o seu sorriso imundo cheio de dentes. Há esse cheiro e um rumor seco de desalento. E tudo sugere que a vida prosseguiu em outra parte, que aqui somos só eu e esta paisagem interrompida; observamo-nos um ao outro, como velhos conhecidos, intuindo atrás do pouco que sabemos o muito que fica por saber. 92