Detectives Selvagens 2- Medo - Page 79

Calma penada não o pedi mas calha bem, sinto a garganta áspera pesar de pouco ter falado, talvez devesse ter falado mais e talvez até contra-argumentado, discutido, reivindicado, agora é tarde e o café que bebo, este café, é o mais longo e repugnante da minha vida. Vou à casa de banho antes de pagar, aproveito assim e passo água na cara, pode ser que ajude. Olho-me ao espelho antes de sair, olheiras tatuadas até ao osso, não volto a apertar a gravata, não merece a pena, e dirijo-me para o balcão, Vinte e cinco escudos, o copo de água é oferta. Piada