Detectives Selvagens 2- Medo - Page 76

João neves algumas abençoadas pessoas se percam nos olhos dela, é para eles que olho quando minto e digo Sabia que este momento ia chegar. Minto quando afirmo Nunca me passou pela cabeça que isto iria terminar desta forma. Assim, com um envelope a deslizar sobre a mesa, epistolar animal dócil debaixo do verniz azul, sempre algum tom de azul, dos esguios dedos dela. Trocamos palavras curtas mas bastante certeiras: a palavra desilusão é lançada diversas vezes mas não tantas como a palavra lamento ou o verbo sair, tudo acompanhado da batida industrial das teclas da máquina de escrever, banda sonora de pesadelo burocrático de segunda categoria, prefiro os monstros, antes, mil vezes, os monstros das minhas noites. Sinto sono, mal dormi, não evito fechar os olhos. Ouço o meu nome, perguntam-me se não vou abrir o envelope, estupidamente afirmo Não, alea jacta est. Eles ficam um bocado sem saber o que dizer até que o advogado traduz e eles Ah. E suspiram fundo, encolhem displicentemente os ombros e começam o ritual de se levantar das cadeiras e iniciar as despedidas, 76