Date a Home Magazine | Jul / Ago / Set 2014 - Page 38

começou a afirmar-se como Dj e a fazer do hobby a sua vida.

Momentos difíceis? “Abdicar de ter uma vida tran-quila e fins de semana para sair com os meus ami-gos... Estava sempre na função de DJ embora sempre me tenha divertido com isso!”. Mas valeu a pena esta dedicação, bem como o tempo que passou no estú-dio de produção musical. O resultado foi o enorme sucesso dos seus primeiros temas. “First Tribal Feeling”, em parceria com Bruno Marciano, e “Kashmira” abalaram as pistas de dança no início da década de 2000.

Os motivos de alegria são muitos, mas existe um que destaca como o mais emocionante da carreira, “o dia em que a Revista Dance Club me atribuiu o prémio de DJ Revelação! É algo que guardo com um carinho gigante!”

O sucesso continua com “Solid Textures”, produzida em conjunto com o Dj Vibe, que atinge o topo das tabelas e consegue vários prémios. Ao mesmo tempo, Pete percorria Portugal como Dj freelancer. A carreira nacional começa a ganhar dimensões gigantescas e somam-se os títulos de “Melhor Dj Português”.

O trabalho era muito e o artista em ascensão preci-sava de apoio. Em 2006 junta-se à WDB Manage-ment, que considera ter sido o ponto de viragem na carreira, o pormenor que mudou tudo. “A agência levou tudo o que já fazia para outro nível de pro-fissionalismo. Foi um upgrade não só na minha carreira mas também na minha qualidade de vida, porque anteriormente eu tratava de tudo sozinho”.

Pete Tha Zouk torna-se o Dj mais solicitado em Portugal. Da nação para o mundo foi um saltinho. Em 2009 é eleito “DJ Revelação” no Brasil e na passagem de ano de 2010 para 2011 toca pela primeira vez fora de Portugal, dando as boas vindas a 2011 em terras de Vera Cruz. Ainda neste ano edita “Check This Out”, através da editora do famoso Erick Morillo e entra no Top 100 da revista DJ Mag. No ano se-guinte conquista o 37º lugar no mesmo top, a po-sição mais alta conseguida por um DJ Português. Já em 2014 atua novamente em palco internacional, na festa oficial do primeiro dia do Mundial no Brasil. Provas de um sucesso imparável, que fazem de Pete Tha Zouk um artista requisitado, sinónimo de “casa cheia”.

REPORTAGEM | Personalidades | Pessoas Incríveis Não Surgem Por Acaso

38