Date a Home Magazine | Jul / Ago / Set 2014 - Page 31

nidade. Qual dos dois papéis lhe assenta melhor? Quer saber João. “Não consigo escolher, são tra-balhos diferentes, com responsabilidades distintas. Como ator trabalho de forma mais fechada mas como encenador é preciso ser-se mais comunicante, traba-lhar uma equipa. Agora, aprendo imenso como ator quando estou a encenar porque bebo da experiência e do trabalho dos atores que estou a dirigir.”

O último texto encenado e escrito por Rui Neto chama-se "Worms e esteve recentemente em cena no Teatro Trindade. Um monólogo interpretado pela atriz São José Correia com uma carga dramática po-derosa. Tudo aquilo que fazemos é reflexo daquilo que somos e Yvette repara que a forma como o ator escreve pode

À Mesa Com | Personalidades | REPORTAGEM

“O estado de felicidade pode acabar a qualquer momento e isto serve-me de alavanca, de alerta."

31