Date a Home Magazine | Jul / Ago / Set 2014 - Page 106

REGIÕES | Arrendar Porto Com Paixão | Entrevista

de licenciar qualquer intervenção no centro his-tórico. Mas também se conhece onde o licen-ciamento não existe e onde existe e não se cumpre. O que não se percebe é como se deixa intervir sem fiscalizar ou como se pode fiscalizar apenas no fim da intervenção. Desta forma autoriza-se e fomenta-se o desrespeito pelo património e aumentam os prédios abandonados.

Porto é sinónimo de grandes arquitetos e grandes engenheiros, qual foi a mais valia e o património que deixaram e ainda deixam na cidade?

A mais valia é o sentimento que apesar de todas as dificuldades que passamos temos capacidade, o empenho e a competência de produzir grandes obras. Os grandes nomes são sinonimo de grande dedicação pessoas excecionais que foram constru-indo a sua carreira sem medo de arriscar.

O património fica, perdura, está em todo o lado, pronto para ser admirado e desafiado.

Qual é o benefício de termos novamente o Porto como "melhor destino europeu"?

O benefício é colocar o Porto nas opções de destino de um maior número de pessoas. Tudo o resto cabe-nos a nos fazer.

Que lições podemos tirar deste momento alto que a cidade do Porto atravessa?

Que as oportunidades surgem, temos de saber aproveitar mas não ficar ofuscado e sem opções.

No que é que o Porto pode ainda ser melhor?

O Porto tem de pensar em fixar população. Ser au-têntico, oferecer experiencia reais, possíveis ape-nas por quem acredita, e vivencia.

O que podemos fazer num fim de semana no Porto?

Conhecer os locais históricos, participar nas ofertas culturais, passear pelas ruas da cidade, conhecer a gastronomia, repousar, junto ao douro ou nos fan-tásticos jardins. Mudar de registo, confraternizar nas ruas apinhadas, passear de porta em porta, ou calmamente num bar, tasca ou onde nos sentirmos melhores. Opções não faltam.

O Porto em três palavras e tente justificar?

Vinho. Historia. Norte.

Não se pode falar em vinho português sem Porto.

Por tudo que nos foi deixado e por tudo o que esta-mos a construir somos história.

Abandonado, o norte sem oportunidades revela grande personalidade e com vontade de mostrar o seu valor o Porto é representante da parte mais in-teressante do país.

Qual é para si a rua mais importante do Porto ou

HÉLDER

REIS

entrevista de: hugo martins | palavras de: HÉLDER REIS | imagens de: anabela trindade

UM APAIXONADO PELO PORTO