Date a Home Magazine | Jan / Fev / Mar 2015 - Page 62

cozinha, situada num nicho, que se revela num rasgo arquitetónico que agrada, quer aos adeptos de cozinhas abertas para a sala, quer aos que defendem que os dois espaços devem ser totalmente separados. Efetiva-mente a cozinha não é visível de qualquer ponto da sala, mas ao mes-mo tempo está em ligação direta para a mesma, permitindo que quem está a cozinhar possa manter contacto com quem está na sala.

Subimos pela escada metálica e en-tramos no piso da mezzanine, dividi-do por elementos de mobiliário numa simpática sala de TV e num escritório. Também aqui existe uma clara se-paração de espaços mas ao mesmo tempo uma ligação intuitiva entre eles, pois é possível ao utilizadores sentirem a privacidade ou estarem em comunicação com as diversas divisões, quer do piso térreo, quer da própria mezzanine.

Chegou o momento de conhecer-mos o espaço íntimo da casa, no terceiro piso, três lindos quartos, com espaçosos roupeiros, um deles com casa de banho privativa e todos eles invadidos pela luz morna e cheia de boa energia que entra pelas janelas a fazer antever uma serena noite de sonho.

É impossível não referir as casas de banho, forradas a pastilha, de cores suaves enriquecidas pelo reflexo da luz que entra pelas janelas e que confere ao espaço generoso uma sensação calorosa onde nos sentimos verdadeiramente no nosso SPA pes-soal. Aqui relaxar não é uma opção mas uma sensação imediata.

| REGIÕES | Arrendar/Comprar Coimbra Com Paixão | Imóvel Em Destaque

62 bpm's