Date a Home Magazine | Jan / Fev / Mar 2015 - Page 48

| COVER STORY | bpm's Em Alta!

48 bpm's

danha, que o trouxe até nós. Um espaço com 110m2 onde a preser-vação identitária foi conseguida com mestria ao ser transformada de T6 para a T2. O desafio passou por procurar a sua memória inicial a par de uma nova vivência contemporâ-nea. Tiago Rodrigues explica-nos que a intervenção neste apartamen-to, originalmente labiríntico, foi quase “cirúrgica” de modo a conser-var a essência espacial, trazendo-o para a contemporaneidade, onde as funcionalidades transmitem os atu-ais modos de habitar.

O que o inspirou? O cruzamento de três (incríveis) épocas. «A de origem do apartamento: décadas de 10 e 20 do século XX, onde se foram buscar o verde acinzentado das sa-las de fumo dos clubes de cavalhei-ros, ou os dourados “Belle Époque”. As décadas de 60 e 70, presentes na maioria do mobiliário de design; e a contemporaneidade, presente sob-retudo na luz e na disposição das funcionalidades.»

Para o arquiteto, o pé-direito al-to, as portas com bandeira, os ro-dapés e o soalho antigo em riga, conferiam ao apartamento grande verticalidade, o que, aliado às novas áreas mais abrangentes e ao branco amplificado pela luz de Lisboa vi-eram conferir toda uma nova ampli-tude. «Por sua vez, os tetos em ges-so trabalhado conferem uma alma própria de outros tempos, que con-trasta com a plasticidade do período contemporâneo.»

Rodar o dispositivo para landscape mode para visualizar a galeria interativa de imagens com dispositivos móveis