Date a Home Magazine | Jan / Fev / Mar 2015 - Page 43

Conversas De Vão De Escada | Personalidades | REPORTAGEM |

O impacto social é também impor-tante. A Baixa Lisboeta não é mesma de há alguns anos. Os prédios em ruínas eram em maior número e “agora está muito melhor e isso sentem não só os próprios lisbo-etas como os turistas. O turismo em Lisboa cresce 15% ao ano e isso também se deve á reabilitação da cidade. Mas não apenas devido a um investimento particular, os próprios espaços publicos estão a transfor-mar a cidade, como a Ribeira das Naus ou o Martim Moniz.”

A Stone Capital está para ficar e continuar a fazer esta magia de dar uma nova vida a edifícios históricos e emblemáticos. Para quem trabalha na empresa a sensação é incrível e muito intensa. Neste momento, são vários os projetos em curso e sem prazo para terminar. As primeiras obras estão terminadas, vendidas ou alugadas. O objetivo, claro, é continuar de forma sustentável e apaixonante. Prova disso foi que no próprio dia desta entrevista a Stone Capital fechou mais um negócio e assinou uma escritura para a compra de mais um prédio na Avenida da Liberdade, sem dúvida a área de maior foco negocial.

Mas os interesses dos irmãos Moreno vão mais longe. Valorizam o empreendorismo e, a título pessoal, investem e apoiam muitos negócios com os quais se identificam, como os gelados Amorino e os hamburgueres gourmet. “Para quem quer viver em Lisboa e deseja uma boa vida, para quem tem um perfil como o nosso, o melhor é criar um negocio e nós co-mo temos muitos amigos a vir para cá acabamos também por investir e ajudá-los.”

Famíla e amigos à parte, a Stone Capital é uma das maiores empresas ao nível do imobiliário a investir em Portugal, criada com a certeza de uma paixão, um negócio que mudou a vida de dois homens que amam a beleza e gostam de viver ao sabor do sol e do mar.

|