Date a Home Magazine | Jan / Fev 2014 - Page 66

66

REPORTAGEM | PERSONALIDADES | Pessoas Incríveis Não Surgem Por Acaso

Foi entre latas de tinta e paredes pintadas que conhecemos alguns membros da equipa de artistas que integram a empresa GRAFFX - Graffiti Portugal. Os seus trabalhos são o seu melhor cartão de visita e a boa disposição reina enquan-to fazem as delícias de quem recorre aos seus trabalhos.

Há muito que nos habituámos a ver pelas ruas paredes cobertas de graffitis. Alguns deles são verdadeiras obras de arte, que gostaríamos de poder transpor para as paredes das nossas casas de tão fascinantes e realistas que são.

Foi isso mesmo que dois jovens artistas se pro-puseram fazer. Tornar a arte de grafitar acessível a todos e incorporar o graffiti num verdadeiro modelo de negócio, associando esta arte à decoração de espaços. Seja em graffiti, stencil ou street art, seja um mural na recepção de uma empresa ou no quarto ou sala de um particular, a GRAFFX conta com uma equipa internacional de artistas que atendem aos mais diversos pedidos. “Ao longo dos anos, enquanto fazíamos graffitis, foram muitas as vezes que fomos abordados na rua por particulares que nos pediam para pintar as mais variadas coisas: caravanas, quartos de crianças, bares e discotecas, entre outras em-presas. Com o tempo apercebemo-nos de que poderia ser um serviço procurado no mercado da decoração e decidimos apostar e criar uma em-presa que pudesse satisfazer essa procura”, revela Artur, um dos mentores deste inovador projeto, que engloba uma equipa de vários artistas. O conceito é simples “Existem diversos tipos de pintura nos estilos de graffiti de rua, nós procuramos entender o que o cliente deseja e trazer uma coisa que é da rua para dentro das casas e empresas de quem aprecia este tipo de trabalho”, acrescenta Artur.

A verdade é que a GRAFFX veio dar ”voz” a uma arte que cada vez mais conquista o seu espaço no mercado e o sucesso tem sido notório, sendo que os seus trabalhos já são requisitados tanto a nível nacional como internacional. “Trabalhamos para diversos tipos de clientes, desde grandes multi-nacionais como a Pepsi ou o Giga-Shopping, até salas e quartos de particulares para fazer pe-quenos apontamentos. Mas os clientes mais comuns são pessoas que querem pinturas espe-cíficas nos seus quartos ou salas.“

Entre tantas produções há, certamente, lugar para pedidos extravagantes e recordam, entre risos, quando lhes pediram para pintar uma parede de dez metros de altura, em frente a uma casa, com um pedido de casamento. “Foi muito engraçado e a verdade é que, dias depois, fomos contactados pela ‘noiva’ para escrevermos a res- resposta dela: o sim!

TEXTO E FOTOS DE magali tarouca