Date a Home Magazine | Jan / Fev 2014 - Page 116

116

REGIÕES | Arrendar Coimbra Com Paixão | Lugares Preciosos

Coimbra, uma cidade apaixonante e cheia de lugares mágicos e preciosos onde facilmente nos sentimos envolvidos em histórias, mistérios e lendas intimamente ligadas à história da nossa nação.

Estas histórias, muitas delas de amor, eternizam-se através dos livros que passam de geração em geração. A bpm's resolveu fazer uma visita ao local onde os livros habitam: As Casas da Livraria.

Para isso contámos com o Dr. Maia Amaral, o Diretor Adjunto da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, que amavelmente nos recebeu e nos levou a visitar as “Casas da Livraria”, que conhe-cemos desde o final do Séc. XVIII como bibliotecas, onde habitam cerca de 1 500 000 publicações com inúmeras histórias, muitas de paixão, e onde se respira o amor de todos os que escrevem leem e zelam pelos livros que lá moram.

A Casa da Livraria Universitária situava-se, no Séc. XV, em Lisboa, mais propriamente em Alfama, e nela moravam aproximadamente uma centena de publi-cações e só em 1547 estes livros chegam à sua nova casa na Cidade de Coimbra, o Paço Real cedido por D. João III para a instalação da universidade.

No final do Séc. XVII são edificados os grandes gerais universitários e a existência da Casa da Livraria Universitária, até ali secundarizada pelas Casas da Livraria dos colégios universitários, é consagrada pela sua instalação na entrada do recinto, onde hoje se situa uma sala de aulas, mantendo-se no entanto a decoração da sua porta, cuja visita não podemos de deixar de aconselhar aos nossos leitores.

Não obstante as obras de intervenção no edifício do Paço Real atrás referidas causaram estragos na sala onde habitavam dos livros, que tiveram que ocupar várias moradas provisórias nos gerais universitários. Neste contexto o então reitor, Nuno da Silva Teles solicita, em 1716, a devida auto-rização ao Rei D João V para a construção de um dos mais belos e especiais locais de Coimbra a Casa da Livraria, hoje conhecida como Biblioteca Joanina, em homenagem ao monarca.

Entrar na Biblioteca Joanina é uma experiência única que não deixa ninguém indiferente, é um lugar precioso e mágico, desde os pormenores úni-cos das suas paredes, com talha dourada e revesti-mento a madeira com a aparência teatral do mármo-re, aos frescos dos ricos tetos, da autoria de António Simões e Vicente Nunes aos pormenores das estan-tes com sistemas engenhosos para alcançar qual-quer dos livros que queiramos consultar até à rica mobília de estilo barroco, construída com madeiras africanas, asiáticas e brasileiras, da autoria do mes-tre italiano Francesco Realdino e por onde passa-ram milhares de apaixonados pelos livros e pelo conhecimento.

Tal como os amores também as histórias e os livros nascem todos os dias e por isso o espólio da

AS CASAS DA

LIVRARIA

texto de NUNO REAL

Fotos de paulo mendes cedidas pelo DR. MAIA AMARAL

Livros que passam de geração em geração