Date a Home Magazine | Jan / Fev 2014 - Page 10

10

HOME STAGING | Com Alma

É importante optar pelos tons mais claros, pois estes dão a ilusão de um espaço maior e dá maior luminosidade ao ambiente, tornando-o mais agradável.

As primeiras impressões contam e também contam no que diz respeito à habitação. De acordo com um estudo realizado pela Real Estate Staging Associ- ation, 80% das pessoas que procuram casa tomam a sua decisão no primeiro minuto da visita, não só pela aparência, mas por uma série de elementos emocionais que as fazem acreditar que determi- nada casa possui a potencialidade de realizar os planos e os objetivos que têm traçados.

O home staging fomenta a visualização desses acontecimentos no imaginário de cada um e apoia-se em técnicas específicas, que pretendem criar um espaço que permite ao potencial comprador e/ou arrendatário projetar-se no espaço, facilitan- do o processo de decisão.

Com um olhar neutro, o home staging realça as potencialidades de um apartamento e minimiza os pontos fracos, criando um ambiente confortável e agradável ao maior número de visitantes.

Há que não confundir esta prática com os projetos de design e decoração de interiores. Num projeto de design de interiores o projeto é levado a cabo em função da personalidade do cliente, já o home staging, ao contrário, tem o objetivo de "desperso- nalizar” o ambiente para que o potencial compra- dor/arrendatário se identifique com o local.

TEXTO DE Yvette Ambrósio | FOTOS DE: Padlock (documentação)