Cultura RPG - Page 24

as que se consideravam os únicos jogadores de determinados siste-mas ou cenários, agora conseguem encontrar outros fãs, próximos até, ou conversar até mesmo com o pró-prio autor. Jogos, sistemas e cenári-os que dificilmente seriam publica-dos, agora podem ver a luz do dia graças a financiamentos coletivos. O RPG está numa fase áurea graças a era digital, crescendo e atingindo muito mais gente do que se imagina-ria. As streams de RPG hoje são su-cessos nos canais de e-sports, e são uma excelente ferramenta de divul-gação e de introdução ao hobby. Te-mos casos de atores participando de jogos em stream para divulgar seu filme mais recente, o que é um enor-me reconhecimento para o hobby.

CRPG: Por favor, deixe uma mensagem para o Museu do RPG!

RS: Continuem jogando, divul-gando e tornando o nosso hobby maior e melhor. O RPG é uma exce-lente ferramenta de aprendizado, de sociabilização, de crescimento pes-soal, de incentivo à leitura e mais um monte de coisa, mas acima de tudo, tem que ser um lugar, um momento onde a gente faz o possível pra dar algo melhor pra sociedade, pro mun-do que vivemos. Quando jogamos, mestramos, escrevemos, criamos e participamos do hobby, damos o nosso melhor pra ajudar as coisas o nosso redor a ficarem melhores e pra combater o que achamos que está errado. Jogando RPG podemos ajudar a ensinar, a aceitar, a entender, mostrar tolerância e compreensão, a combater ódio, preconceitos e prá-ticas arcaicas e ruins. Porque pra mim, essas coisas ruins não fazem parte do RPG.

entrevista

24