Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 96

CINEMA, DESTINATION IMAGE & PLACE BRANDING religiosidade. Soma-se a isso o alargamento da extensão dos limites da atividade cinematográfica nacional, até então restrita ao eixo Rio- São Paulo, a procura de novos cenários e enredos, territorializados no espaço local e (re)construídos no enredo das obras fílmicas, representando um típico processo de difusão da produção cinematográfica. Estes elementos condicionam a filmagem e a mensagem que o realizador quer passar, muitas vezes ligadas, portanto, a imagens de pobreza, seca e ruralidade. Afinal, estas características, sociais e naturais, que influenciaram na escolha de Cabaceiras como lócus das filmagens, acabaram se revertendo em imagens que vão ser construídas e assumidas como uma realidade que se estende por todo o Sertão Nordestino e, às vezes, para a Região Nordeste, como se fossem uma realidade territorial verdadeira, estimulando uma imagem e resultando em efeitos reais e concretos. Figura 3- Local de cenário do filme "O Auto da Compadecida". Foto: Viviane Andrade. O fluxo turístico em direção à cidade, até então, possuía uma sazonalidade res- trita às festividades do chamado ‘Bode Rei’, um festival gastronômico anual, que ocorre geralmente nos primeiros fins de semana de junho, quando as festas juninas se aproximam. Todavia, a cidade tem apresentado dificuldades em se inserir em circuitos turísticos de cunho cultural, como um todo, ainda mais cinematográfico. Os impactos no desenvolvimento da região, automaticamente, têm sido modestos. Se a curto prazo, a dinâmica fílmica promove melhoria nas condições econômicas locais, a longo prazo estas imagens devem se transformar em formas de divulgação 96 return to the content page