Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 91

A MARCA ‘ROLIÚDE NORDESTINA’ COMO INDUTORA DO TURISMO CINEMATOGRÁFICO A turistificação de determinados territórios é uma das consequências do turismo induzido pelo filme, cuja reinvenção do espaço enquanto destino turístico acaba por gerar novos efeitos, sejam positivos ou não. Afinal, o cinema tem um papel fundamental na maneira como conceitualizamos determinado território e, posteriormente, no modo como o vivenciaremos durante a atividade turística. Fortalece-se, assim, o comércio, lazer e o turismo, a partir da venda de uma imagem pelo cinema que induz o espectador a experimentar o diferente, algumas vezes o regional, como é o caso do Cariri paraibano. Esta prática turística, segundo a autora, pode se desenvolver ‘on- location’, ou seja, em cenários abertos, ou ‘off- location’, quando gravadas em estúdios. Em locais onde esta atividade ‘on-location’ está consolidada, empresas turísticas desenvol - vem tours ao longo dos cenários e locais de filmagens, como igrejas, casas, entre outros, festivais comunitários e a reinvenção dos locais (Rilley et al., 1998). Boa parte do município de Cabaceiras tem servido como rotas turísticas deste cunho, uma vez que as filmagens que ali se desenvolvem, não ocorrem em estúdios. Segundo Beeton (op. cit., p. 45), este destino turístico acaba por envolver uma gama de negócios, como o setor de transportes, acomodação, refeição, entre outros, gerando emprego e dinamizando a economia, às vezes revitalizando um espaço que estava ocioso e dando novas perspectivas à população local. Os organizadores de marketing de destino utilizam quatro estratégias para atrair visitantes, residentes e negócios: imagem, atrações, infraestrutura e marketing pessoal, tendo a imagem e as atrações um papel crucial (Kotler et al., 1993). O Sertão Nordestino, nomeadamente, é reconhecido como uma região pobre, seca e agrária, e as imagens reproduzidas nos filmes que possuem esta região como locação colaboram nesta situação. Uma estratégia para potencializar a imagem turística da região é justamente investir em seus patrimônio cultural e natural, desagregando a imagem de lugar pobre e agrário para um sítio onde o pitoresco e exótico se entrelaçam de maneira harmoniosa. O belo pôr-do-sol sobre o lajedo de Pai Mateus, a vegetação xerófita típica, as pequenas casas coloridas, a igrejinha em frente à praça, o povo simpático, seus pratos típicos tendo o bode como matéria-prima são alguns exemplos de reconstrução de uma imagem que substitua uma imagem negativa de pobreza e seca, gerando uma identidade que pode tornar-se ícone turístico se adequadamente desenvolvido. Esta situação paradoxal em que o cinema se insere torna-se, no mínimo, curiosa e motivo de reflexão: um instrumento indutor de imagens e um instrumento de imagem orgânica, duas realidades contrastantes, separadas por uma tênue linha de return to the content page 91