Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 81

PORTO. (PONTO) – A NOVA MARCA DE CIDADE direi tos. Nuno Nogueira Santos, adjunto do presidente Rui Moreira, que conduziu, pela Câmara do Porto, o processo de criação da nova imagem, não prevê qualquer tipo de ação e nota que o problema, a existir, seria resolvido pela “via diplomática”. “Temos de ter feito alguma coisa muito bem feita para estarmos a ser plagiados por Berlim”, ironizou, notando que já se têm registado outros casos (Jornal de Notícias, 28-05-2015). 6. Conclusões Neste trabalho de leitura da cidade, a partir de vivências urbanas, resgata-se a sua propriedade policrónica, e o lugar é o instrumento conceitual que emerge. Os lugares da cidade não são mais do que porções do espaço apropriadas pelas pessoas ou grupos pela identificação afetiva ou cultural e que nunca se res- tringem às determinantes territoriais legais (Duarte, 2006). O desafio que se coloca a partir do que foi trazido da cidade percebida e da cidade comunicada, onde todos falam de uma mesma e múltipla cidade, é que o sucesso de ações de city marketing passa necessariamente pela apropriação afetiva de uma porção de espaço, onde não importam as dimensões geográficas, mas passa também pelo conjunto de valores resgatados do passado daquela região e que são desejados para que ela venha a ser o lugar em que todos participam, espacial e temporalmente, das vivências urbanas. A filosofia de marketing e de gestão pode ajudar a compreender e atender às necessidades dos cidadãos, turistas e visitantes, das instituições, assim como dos investidores; também pode ajudar a desenvolver ofertas que se adequam às necessidades dos diferentes grupos; e fazer uma promoção e comunicação adequadas. É desejável que as abordagens de gestão e de branding concebidas pelas instituições relacionadas com as cidades e territórios sejam marcos concetuais para o planeamento em diversos âmbitos - urbanismo, sociedade, economia, meio ambiente, cultura - identificando as vantagens competitivas da cidade e do território, e procurando uma diferenciação de forma criativa, criando valores de tolerância, integração multicultural, harmonia com a natureza, e excelência na configuração física e paisagística urbanas. A síntese do enqua- dramento urbanístico que foi feita pretendia reunir os principais aspetos que projetam a estratégia até 2020 da região Norte de Portugal da qual a cidade do Porto é a mais importante. return to the content page 81