Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 42

CINEMA, DESTINATION IMAGE & PLACE BRANDING C) As preferências e escolhas dos destinos turísticos dependem das representações socialmente partilhadas sobre os lugares turísticos, as quais estruturam o imaginário turístico dos indivíduos; mas também dependem de variadíssimas características pessoais (idade, género, país de origem, língua materna, profissão, motivação turística, expe riência, autoconceito, estilo de vida, poder de compra, dispo nibilidade de tempo para viajar, etc.), bem como do contexto profis sional e sociofamiliar dos indivíduos. É o efeito conjugado de todos esses fatores que modela na mente de cada indivíduo um conjunto de “destinos de sonho” e de “destinos favoritos”. D) No que se refere à fidelidade, o turista é naturalmente um ser “poligâmico”, dotado de um dispositivo de lealdades diversas, deveras complexo. A procura incessante de novos destinos e a busca de experiências turísticas sempre diferentes (o turismo é avesso a rotinas!) fazem com que a lealdade à marca poucas vezes se exprima sob a forma de visita repetida, apesar da experiência anterior ter sido altamente gratificante. Todavia, no caso dos destinos turísticos, a imagem positiva e a lealdade à marca traduzem-se, nos termos referidos por Oliver (1997, 1999), sob a forma de lealdade cognitiva (avaliação favorável dos atributos da marca), lealdade afetiva (expressão de elevado nível de satisfação) e lealdade conativa (recomendação a amigos e familiares). E) Decorre logicamente dos pressupostos anteriores que um bom modelo de avaliação da performance das marcas de destino será aquele que for capaz de: a) Conceder liberdade de resposta aos inquiridos, permitindo-lhes evocar espontaneamente os destinos (nomes de marca) e as associações às marcas dos destinos, isto é, os aspetos mais atrativos (atributos físicos, funcionais e simbólicos) de cada destino; b) Ser apoiado por uma rede global de investigadores cooperando entre si na recolha de dados, com base num questionário comum, mas personalizado às especificidades dos respondentes (a nível linguístico, cada respondente deve poder responder na sua língua materna; a nível de perfil turístico, e dada a existência de varia díssimos tipos e formas de destinos – turismo de sol e mar, turismo cultural, turismo 42 return to the content page