A Capitolina 5, maio 2014 - Page 19

Capitolina Entrevista 18

A literatura gótica é muito diversifica e complexa. Porém, posso lhe dizer, que do meu ponto de vista, a literatura gótica é voltada para o lado obscuro. O romântico que nos trás de volta o medieval com toda sua aura poética com tons acinzentados.

Sobre o que a literatura gótica fala?

Há uma grande tradição gótica, você acha que ela se manteve? O que há de novo?

A tradição gótica se mantém graças à música, literatura, poemas, vestimentas e, acima de tudo, por conta de pessoas que se identificam muito com este universo sombrio, porém, fascinante.

O novo... são as diversas tribos que se formaram ao longo dos anos e também, a coragem de algumas pessoas em gostar do gótico, mas, no entanto, não querer seguir uma imensidão de regras de uma lista sem fim. Creio que a vida é curta demais para tantas regras.

Ainda há muito preconceito?

Infelizmente, sim! Gostar de algo diferente, ainda fere muito o orgulho de algumas pessoas menos esclarecidas. Góticos são tratados como aberrações, criaturas adoradoras do demônio, etc... Eu mesma, já sofri muito o preconceito em minha pele. Já cuspiram onde passei, fizeram o sinal da cruz, chamaram-me de bruxa, ridícula e por ai vai. Entretanto, o que estas pessoas não veem é que o gótico não passa de um ser humano como qualquer outro: Pais e mães que trabalham e amam seus filhos; filhos carinhosos e absolutamente normais...

Chegará um dia em que esse terrível preconceito se findará de uma vez por todas... Pelo menos é o que espero.

Há um público grande para literatura gótica?

Mesmo o gótico sendo visto com maus olhos por alguns, felizmente, há um enorme público de leitores assíduos. Em sua maioria, jovens entre catorze e vinte anos.

Qual é a história do seu livro 'Destino Tortuoso'?

O livro é composto de duas partes.

A primeira parte se inicia na França do século XVI com o nascimento de uma pequena enjeitada de nome Eveline. A história passa pela noite de São Bartolomeu, que ocorreu em agosto de 1572. Noite que se deu ao massacre de muitos huguenotes (protestantes). Incrivelmente em meio a este massacre escondiam-se, através da máscara humana, seres transmutados, que se aproveitaram para levar uma imensa quantidade de… Digamos… ”aliados” para o seu lado obscuro.

Na segunda parte… Após a Noite de São Bartolomeu a história toma um rumo completamente diferente, já no século XX.

É um romance intenso, intrigante e tem como destaque, vampiros completamente diferentes do que se viu até os dias de hoje. Vampiros de sangue quente, em todos os sentidos!